Vozes e ecos

Além de Lisa Gerrard, há outras vozes. Nina Simone é um espectáculo em palco: canta, toca piano, conversa, resmunga com o público e dança à africana (Nina Simone – Live in Montreux 1976: https://vimeo.com/36880003). Gosto, há demasiado tempo, de Don’t Let Me Be Misunderstood (1964). Gosto de tanta coisa! Sou um omnívoro. Um pinga-amor pós-moderno. Quando não gosto, faço como. Não é verdade! Quando não gosto, sou mais ácido que o H2SO4.

Falta tempo a este artigo. Estou a corrigir testes. É uma bênção. Graças aos testes, os professores vão para o céu. Pentear nuvens. Este artigo resume-se a um eco. A Internet está cheia de ecos. O encadeamento digital da mesmidade. A página com a canção Don’t Let Me Be Misunderstood soma 10 251 409 visualizações! Somos um eco infinitamente pequeno, mas com direito a registo.
Carregar na imagem para aceder ao vídeo.

Nina SimoneNina Simone. Don’t Let Me Be Misundestood. Broadway-Blues-Ballads. 1964.

Etiquetas:, ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: