Archive | Outubro 2012

Renaissance

Lembra-se dos Renaissance? Não são do seu tempo? Passou ao lado? Esqueceu? É bom recordar. Se não, um dia, uma pessoa acorda e ainda pensa que nasceu com 53 anos. Os Renaissance eram uma banda de rock progressivo. Editaram os primeiros discos em 1969. “Mother Russia” é uma faixa do álbum Turn of the Cards, de 1974.

Renaissance: Mother Russia. Turn of the Cards. 1974.

Jogos e brincadeiras

Os jogos e as brincadeiras constam entre as experiências mais fantásticas das nossas vidas. Iniciar um jogo é entrar num mundo à parte. Um brinquedo é um portal do sonho. Compõem ambos labirintos lúdicos onde nos perdemos, nos reencontramos e nos voltamos a perder sem vontade de sair. Quem fez estes dois anúncios sabe isso.

Marca: Steiff. Título: Don’t be afraid of the darc. Agência: Filmakademie Baden-Württemberg. Direção: Denis Parchow. EUA, Outubro 2012.

Marca: Call of duty. Black Ops 2. Título: Surprise. Agência: 72andSunny. Direção: Guy Ritchie. EUA, Outubro 2012.

Homens sem qualidades

O amadurecimento pede tempo. Muito tempo. Isto é verdade para o trigo, para o homem e para a cerveja. Sobre este anúncio argentino, dizem os diretores de produção o seguinte: “De alguna forma, Perdón es el primer comercial para mujeres de la categoría, y nos gusta mucho eso. Perdón es una sincera disculpa del género masculino a las mujeres por nuestra inmadurez y nuestro machismo. Salud señoritas, esperamos sepan disculpar”. Em suma, a velha fixação caricata nas relações entre homens e mulheres…

Marca: Shneider. Título: Perdón. Agência: Ogilvy & Mather. Direção: Javier Mentasti e Maximiliano Maddalena. Argentina, Outubro 2012

A Levitação do Professor Tournesol

Quando estava em França, saiu uma série de anúncios da marca Fruit d’Or com o Tintin e o Professor Tournesol. Acabavam, invariavelmente, com o Professor Tournesol a levitar graças à leveza do óleo e da manteiga Fruit d’Or. Do que a gente se lembra! Segue um filme com três anúncios, um de 1981 (Jogging), os outros de 1987 (Tintin au grand air e Tournesol, invité des indiens) .

Fruit d’or, com Tintin. Jogging / Tintin au grand air / Tournesol, invité des indiens. França, 1981, 1987, 1987.

Sesta

Para aqueles que conseguem ver televisão a dormir.

Para um País com febre de eventos, este “minidocumentário” pode ser inspirador. Que tal promover um concurso de sesta? Por exemplo, para os lados de São Bento. Um descanso! Do Cando, pois claro! São Bento do Cando. Perto da Peneda. Conjugar-se-ia exotismo (povoação de montanha com poucos habitantes), contexto transfronteiriço (com a Espanha ali tão perto), tradição (sobreviveram os quartéis onde pernoitavam os peregrinos), narrativas (ainda se veem as marcas de balas no granito) e conforto (muitas e boas casas de turismo nas redondezas).

Marca: Comedy Central. Título: Siesta. Agência: Wieden + Kennedy. Direção: Bryan Buckley. Brasil, Agosto 2012.

São Bento do Cando. Arcos de Valdevez

A Importância da Rosa

“- As crianças passam 44 horas por semana frente a um ecrã.
– 93% das crianças não cumprem as sete horas recomendadas de actividade física semanal.
– As crianças têm cada vez menos interacção social com cada vez menos pessoas.
-Hoje, as crianças têm uma esperança de vida mais curta do que a dos seus pais.
– Que tal se focássemos a nossa energia nas coisas que são realmente importantes?”

Anunciante: YMCA of Greater Vancouver. Título: What Really Matters. Agência: Station X Vancouver. Canadá, Outubro 2012.

“- Que quer dizer “cativar”?
– Tu não és daqui, disse a raposa. Que procuras?
– Procuro os homens, disse o principezinho. Que quer dizer “cativar”?
– Os homens, disse a raposa, têm fuzis e caçam. É bem incômodo! Criam galinhas também. É a única coisa interessante que fazem. Tu procuras galinhas?
– Não, disse o principezinho. Eu procuro amigos. Que quer dizer “cativar”?
– É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa “criar laços…”
– Criar laços?
– Exatamente, disse a raposa. Tu não és para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…
– Começo a compreender, disse o principezinho. Existe uma flor… eu creio que ela me cativou…”

Para ver a totalidade do capítulo XXI de O Principezinho de Saint Exupéry: http://triplov.com/walkyria/saint_exupery/capitulo21.htm.

Um abraço à divindade: São Bernardo de Claraval

Sobre a evolução das imagens de Cristo do séc. V ao séc. XVI, escrevi: “A imagem de Cristo Pantocrator é aquela que predomina no primeiro milénio. Criador de todas as coisas, omnipotente, Cristo senta-se num trono em pose imperial, com o Livro da Lei na mão esquerda. Situa-se em locais altos de onde tudo vê: nas cúpulas, por cima das portas, na abside. Já nos crucifixos e nas pietás, com Cristo na condição de julgado, as imagens descem das alturas, aproximando-se dos crentes” (https://tendimag.com/?s=duas+faces). A humanização do divino e a sua aproximação ao humano atingiram um clímax nos séculos que se seguiram ao Renascimento do séc. XII, multiplicando-se as imagens de Cristo crucificado, da Pietá e de Nossa Senhora do Leite.

As aparições a São Bernardo de Claraval constituem um bom exemplo desta aproximação do divino ao humano. São Bernardo (1090-1153), abade de Claraval, santo e doutor da Igreja, é a figura mais influente dos monges de Cister. Numa aparição, Cristo desceu da cruz para o abraçar (figuras 1 a 3). Noutra aparição, Nossa Senhora contemplou-o com um esguicho de leite em direção à sua boca (figuras 4 a 12). Na galeria, dois quadros com a lactação de São Bernardo são da autoria de Josefa (de Óbidos) Ayalla, pintora dada a temas místicos.

A Arte do Adubo

O Canadá é o país de figuras tão marcantes como Marshall McLuhan, Erving Goffman ou Leonard Cohen. Pois agora, em sua infinita generosidade, brinda-nos com um estranho e belo anúncio feito com adubo.

Marca: Potash. Título: Food, For the Food We Need. Agência: Unitas. Artista de areia: llana Yahav. Canadá, Outubro 2012.

Avião de papel

De vez em quando, estreia um anúncio que nos surpreende. Por mil razões mais uma: acreditar no bom gosto do público. Vem-nos da Noruega esta homenagem ao avião de papel. A cena do sinaleiro e a cena do homem “atacado” pelos aviões são arte em estado digital. Para rever, certamente! Ver, de preferência, em 720p.

Marca: Chess. Título: Paperplanes. Agência: MK Oslo. Direção: Matthias Zentner. Noruega, Outubro 2012.

Surreal

Os mundos fantásticos abrem-se com um gesto mágico. Receita velha, mas não gasta. Ainda compensa. A fantasia é experiência, azoto, aqua fortis, alquimia, centelha que acende a vontade. A fantasia não é real? E depois? E original? A imensidão do património da fantasia dificulta originalidades sem precursores. A não ser que haja mão brasileira!

Marca: Trident. Título: Pet Store. Agência:  F/Nazca Saatchi & Saatchi, Brazil. Direção: Jones+Tino. Reino Unido, Outubro 2012.