A exceção

É raro, mas hoje, depois de ontem, não resisto a escrever um texto politizado.

Mordillo

Mordillo

“Se um homem tiver cem ovelhas e uma delas se extraviar, não deixa as noventa e nove e vai aos montes procurar a que se extraviou? Se acontecer achá-la, em verdade vos digo que se regozija mais por causa desta, do que pelas noventa e nove que não se extraviaram” (Mateus 18:10-14).

The world is full of rules, be the exception. Challenge all givens!”

Marca: Audi. Título: Swim. Agência: Venables Bell & Partners. Direcção: Matt Aselton. USA, Janeiro 2015.

Etiquetas:, , , , ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

One response to “A exceção”

  1. Beatriz Martins says :

    Como o filho pródigo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: