Tag Archive | Albertino Gonçalves

A Semântica do Poder

Para aceder à crónica, carregar na imagem ou no seguinte endereço: http://www.comumonline.com/opiniao/item/2047-a-fraqueza-das-palavras.

A Fraqueza das Palavras

Michel Maffesoli

Michel Maffesoli e Muniz Sodré. Seminário O Trágico e o Grotesco no Mundo Contemporâneo. Tibães, 2005,

Michel Maffesoli e Muniz Sodré. Seminário O Trágico e o Grotesco no Mundo Contemporâneo. Tibães, 2005,

Michel Maffesoli faz hoje anos. Foi meu professor na Sorbonne em 1981 e contribuiu para a minha apetência pelo estudo do imaginário. Confesso que é uma das raras pessoas a quem invejo a qualidade da escrita e do discurso.

Seguem três ligações, algumas em jeito de prenda digital:

– Uma entrevista recente de Michel Maffesoli (11/11/2013): Narcisses. Sommes-nous la géneration la plus obsedée par ses défauts physiques de l’histoire de l’humanité?http://www.atlantico.fr/decryptage/narcisses-sommes-generation-plus-obsedee-defauts-physiques-histoire-humanite-michel-maffesoli-895382.html

– Um vídeo, O Desconcerto do Mundo, concebido para um seminário, O trágico e o Grotesco do Mundo Contemporânio (Tibães, 2005),  com a participação de Michel Maffesoli: https://tendimag.com/?s=desconcerto+do+mundo;

As Duas Faces, Imagens de Cristo, um vídeo talhado para quem reconhece o valor e o alcance das imagens religiosas, tema que abordei parcialmente na comunicação “Le Mélange Insensé; De l’enluminure au digital”, nas jornadas Socialité Postmoderne (Sorbonne, Junho 2011), organizadas pelo Centre d’Etude sur l’Actuel et le Quotidien, dirigido por Michel Maffesoli: https://tendimag.com/?s=duas+faces.

Michel Maffesoli, José da Silva Lima e José Bragança de Miranda. Seminário O Trágico e o Grotesco no Mundo Contemporâneo. Tibães, 2005.

Michel Maffesoli, José da Silva Lima e José Bragança de Miranda. Seminário O Trágico e o Grotesco no Mundo Contemporâneo. Tibães, 2005.

Emagrecimento à portuguesa

Mais uma crónica no comUM online. Para aceder, carregar na imagem ou no seguinte endereço: http://www.comumonline.com/opiniao/item/1997-rebaixamento.

Rebaixamento

Imagens do impossível

Honda Illusions

“Estes anúncios apresentam‐nos, ao jeito de Escher, mundos impossíveis. Impossíveis, mas convincentes: “Tudo ali nos parece muito estranho e, no entanto, é bastante convincente” (Ernst, 2007: 51). Trocam‐nos os olhos e até nos causam um impacto físico. “Falam‐nos ao corpo” (Kerckhove, 1997: 38). Mexem connosco e, sobretudo, conduzem‐nos a experienciar o impossível. Eis a principal razão para o tamanho do quadro ter que ser maior do que o tamanho do mundo. Para se pintar, além das paisagens e das histórias previstas por Alberti, o sonho e o impossível”,
Albertino Gonçalves, “Como nunca ninguém viu”, Martins, Moisés de Lemos et alii (2011), Imagem e Pensamento, Coimbra, Grácio Ed., pp. 139-165.

“Como nunca ninguém viu” (ver pdf) aborda o papel da ilusão nos anúncios publicitários. O novo anúncio da Honda, Illusions (vídeo 1), teve o condão de ressuscitar este texto entre páginas amortalhado (por sinal, um dos meus preferidos). O anúncio da Honda não é de todo original. O Illusions do Audi A6 (vídeo 3) abriu caminho há quase dez anos. Já os conteúdos, inspirados na arte de rua, têm assinatura própria: oito ilusões ópticas de belo efeito.
Pdf: Albertino Gonçalves. Como nunca ninguém viu. Imagem e Pensamento

Marca: Honda. Título: Illusions. Agência: Mcgarrybowen, London. Direção: Chris Palmer. Reino Unido, Outubro 2013.

The Making of of Honda Illusions.

Marca: Audi. Título: Illusions. Agência: Bartle Bogle Hegarty.  Direção:  Anthony Atanasio. Alemanha, Junho 2004.

Caravanas

Começam as aulas, regressam as crónicas. Umas vezes, a rufar tambores, outras, a tanger violinos. É a vida! Para aceder, carregar na imagem ou no seguinte endereço: http://www.comumonline.com/opiniao/item/1862-caravanas.

Caravanas

A estrela e o eremita

Escrevemos em todas as direcções sobre todos os assuntos. Acertar é cada vez mais difícil. Junto um texto (a blogosfera em crónicas) publicado no Correio do Minho, do dia 9 de maio:

CM_09_05_13 14

A Pragmática e o Memorando

É mais difícil escrever e não dizer nada do que escrever e dizer alguma coisa. Carregar na imagem ou no seguinte endereço: http://www.comumonline.com/opiniao/item/1770-a-pragmatica-e-o-memorando.

A Pragmática e o Memorando

A Pragmática e o Memorando

A Arte do Comentário (ComUM online)

Carregar na imagem:

A Arte de Comentar. ComUm Online, 5 Março 2013

A Arte de Comentar. ComUm Online, 5 Março 2013

Bons alunos

Há quem seja dono da verdade. Há quem seja apenas sincero.

Bons alunos

ComUm – Bons Alunos

O défice político (crónica no ComUM online)

Habitualmente, pouco acompanho a política. Esta crónica mostra quanto me sinto certo e quanto estou errado. Para aceder, carregar na imagem.

O défice político. ComUM online. 04 Novembro 2012