Este mundo não tem porta

René Magritte. Condição Humana. 1933

“Este mundo não tem porta / nem uma chave escondida” (Filipa Pais, À Porta do Mundo, 2003).

Quando se caminha inexoravelmente para diante, apetece olhar para o retrovisor. E religar a rádio de outros tempos. Filipa Pais, Jeanette, Marie Laforêt, três vozes femininas, suaves e latinas. Disse latinas? Pois disse. Não há por que ter complexos, nem a sul, nem a norte. A cada um a sua posição. Quem tem complexos em relação aos outros é um complexado.

Marie Laforêt. Je voudrais tant que tu comprennes. L’ Intégrale Festival 1960/1970. 1966.
Jeanette. Soy Rebelde. Palabras, Promesas. 1971.
Filipa Pais. À Porta do Mundo. À Porta do Mundo. 2003.

Etiquetas:, ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: