Se chove, que chova

Se chove, que chovaOs meus avós paternos eram galegos. Na aldeia, da janela do quarto vejo a Galiza e oiço o comboio galego.

Este anúncio dispensa palavras: “São necessários dois anos para aprender a falar e sessenta para aprender a calar” (Ernest Hemingway).

Um abraço, Ludo! És a mais galega das minhotas!

Marca: Supermercados Gadis. Título: Se chove, que chova. Espanha, 2013.

Etiquetas:, , , ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

2 responses to “Se chove, que chova”

  1. beatrizmartins.artes@gmail.com says :

    Pois, se chove que cova!Perdure o espírito galego!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: