O ouriço-cacheiro: a road movie

Gosto de ouriços-cacheiros. Os agricultores, também. Porque os ouriços se alimentam de animais nocivos, tais como lesmas e escaravelhos. Um ouriço atropelado representa uma falha na protecção das colheitas. Gosto deles, mas não lhes toco, numa espécie de encontro mediato do 4º grau. Os ouriços não disfarçam, têm os espinhos à vista. Deus não estava cansado quando os criou, ao contrário de certos humanos que, se fossem transparentes como os ouriços, ninguém abraçaria. Retomando o anúncio. Os carros Volkswagen são quase como os ouriços-cacheiros. A gente, em princípio, pode tocar-lhes, mas, na prática, não consegue. Faz sentido a sugestão do anúncio: contentarmo-nos, como os ouriços, com a contemplação do símbolo, do logótipo pendurado na nossa impotência.

Anunciante: Volkswagen. Título: Hedgehogs. Agência: Agence.v.Paris, Saint-Ouen. França, Novembro 2011.

Quem fala de ouriços-cacheiros também pode falar de toupeiras. Acrescento um anúncio, com animação 3D,  já antigo mas bem humorado, com a particularidade de recuperar a música de um filme de Jacques Tati.

Etiquetas:, , ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: