Tag Archive | Mercedes

Amar perdidamente

Mercedes Benz. Eternal Love. 2019.

Ver um anúncio como quem bebe um licor: devagar e até à última gota. O Eternal Love, da Mercedes Benz, é extenso, atarda-se na viagem. Palavra a palavra, imagem a imagem, desdobram-se memórias da avó e insinua-se um pressentimento. Quando tudo se demora, corre-se o risco de desligar a atenção. Vale a empatia com o avô. Vale também a curiosidade. O desfecho faz-se esperar dois minutos, a duração de quatro anúncios normais. A música ajuda. A noiva, a avó, vem num Mercedes. Afinal, a eternidade é a eternidade do amor. Não há despedida mas continuação renovada.

Marca: Mercedes Benz. Título: Eternal Love. Agência: Inhouse. Direcção: Dorian & Daniel. Alemanha, Novembro 2019.

Anime

Mike Diva. Japanese Donald Trump Commercial. 2016.

Os manga e os anime constam entre os produtos culturalmente ancorados, neste caso de origem japonesa, cuja difusão cresceu e se globalizou a um ritmo impressionante. Povoam o mundo gráfico e audiovisual, designadamente a Internet. Não adquirem, porém, uma presença correspondente nas universidades e noutros templos do conhecimento.

O Tendências do Imaginário dedicou poucos artigos aos manga e aos anime. É tempo de recuperar, com a ajuda de um especialista: o meu rapaz mais novo. Seguem dois vídeos. O primeiro, dirigido por Mike Diva, é uma paródia viral centrada na figura de Donald Trump, porventura o mais mediático e o mais globalizado dos presidentes norte-americanos. O segundo vídeo, da Mercedes Benz, atarda-se, seis minutos, numa perseguição automóvel fantástica e alucinante.

Direcção: Mike Diva. Tema: Japanese Donald Trump Commercial. 2016.
Marca: Mercedes Benz. Título: NEXT A-Class. Produção: Hakuhodo, AOI Pro., Production I.G. Direcção: Mizuho Nishikubo. Japão, Novembro 2012.

O prazer dos mortos

Solon

Desde há alguns anos, a Mercedes alterou radicalmente a orientação da publicidade: onde vigorava a sobriedade e a segurança, vinga agora a irreverência e o humor. No anúncio The Last Wish, ir para o cemitério num mercedes é antecipar o paraíso. Existem vários anúncios congéneres. Retomo dois: A um morto nada se recusa, da Funalcoitão, e Staying Alive, da Kenwood.

Título: The Last Wish. Escola: Filmakademie Baden-Württemberg. Direcção: Raphael Ghobadloo. Alemanha, 2018.

Funalcoitão. Tema: A um morto nada se recusa. Agência: BAR. Direcção criativa: Diogo Anahory e José Carlos Bomtempo. Portugal, 2014.

Marca: Kenwood. Título: Staying Alive. Itália, 2008.

Correr sentado

Mercedes. FableA publicidade anda zoófila. “A lebre e a tartaruga” é uma fábula de Esopo (séc. VI a.C), retomada por La Fontaine, no século XVII, e pela Mercedes, no século XXI. Cada versão propõe a sua moral.
Moral de Esopo: “Quem segue devagar e com constância sempre chega à frente”.
Moral de La Fontaine: “De nada serve correr, é preciso partir a tempo”.
Moral da Mercedes: “Correr sentado descansa as pernas”.

Marca: Mercedes. Título: Fable. Agência: Merkley + partners (New York). Direcção: Robert Stromberg. USA, Janeiro 2015.

Leilão da alma

Mercedes. SoulNão é a primeira vez que a Mercedes convoca as figuras da morte e do diabo. Neste anúncio, alguém está prestes a vender a alma ao diabo, para, pressupõe-se, adquirir um Mercedes. Nada que Judas não tenha feito, exceptuando o Mercedes. Mas uma espécie de epifania salva o desgraçado: a aparição do preço do automóvel, uns furos abaixo do valor da alma.

Especialmente  interessantes são os longos segundos dedicados à antecipação da felicidade. Não deixa de ser um privilégio ver como a Mercedes, a The Mill, a Mercley+Partners e Dante Ariola representam a felicidade.

Marca: Mercedes-Benz. Título: Soul. Agência: Mercley+Partners. Direção: Dante Ariola. USA, Janeiro 2013.

A antecâmara da morte

Mercedes_SLK_memoriesHá quem acredite que, no preciso momento que precede a morte, nos acode tudo o que fizemos, sentimos e pensamos em vida. Uma espécie de rewind in fast motion. É o que sustentam alguns espíritas:

“Antes, porém, que o Espírito adormeça, ocorre o interessante fenômeno de recordação da vida passada, em que um panorama desfila ante seus olhos. Tem-se notícia de que, em fração de segundo, o Espírito revê, minuciosamente, todos os fatos da vida terrena que acabou de deixar, cena após cena, desde a infância até a desencarnação, desde o incidente mais insignificante até o acontecimento mais importante.” (http://www.forumespirita.net/fe/comunicabilidade-dos-espiritos-(mediunidade)/no-momento-da-morte/?PHPSESSID=8152e8bcf70eb55921efd4731c2900dc#ixzz2vZtAParK.

“Vi-me diante de tudo o que eu havia sonhado, arquitetado e realizado na vida. Insignificantes idéias que emitira, tanto quanto meus atos mínimos, desfilavam, absolutamente precisos, ante meus olhos aflitos, como se me fossem revelados de roldão, por estranho poder, numa câmara ultra-rápida instalada dentro de mim. Transformara-se-me o pensamento num filme cinematográfico misteriosa e inopinadamente desenrolado, a desdobrar-se, com espantosa elasticidade, para seu criador assombrado, que era eu mesmo.” (Revista Espírita ano II fevereiro e março de 1996 n 2 e 3, escrita por Salvador Gentile, IDE. http://www.editoraideal.com.br/ler_materia.php?id=101).

O anúncio Memories retoma esta crença na revisão ante mortem. Confrontada com um acidente fatal, a “vítima” recorda os momentos passados, com destaque para a condução de um Mercedes SLK. Entretanto, o reclame não cai, a morte é adiada e o prazer de conduzir o automóvel adquire novo alento.

O anúncio tem uma marca de qualidade: a direcção do escandinavo Filip Tellander.

Marca: Mercedes. Título: Memories. Direção: Filip Tellander. 2013.

A maldade compensa

Jaguar vs chickenNem tudo é fé, esperança e caridade na quadra natalícia. Há anúncios que parodiam a marca rival e, num assomo de malvadez, comem-lhe a mascote, a célebre galinha com controlo corporal mágico. Good to be bad! A maldade compensa.

Marca: Jaguar. Título: Jaguar vs chicken. USA, Dezembro 2013.

A Galinha e o Político

Mercedes. ChickenQuem concebeu este anúncio deve ser um génio. Palpita-me que não foi um político. Há actividades que queimam os fusíveis da criatividade. Ressalvando a inteligência, entre as galinhas e os políticos pouco há em comum: as galinhas mantêm a compostura, o equilíbrio e o rumo. E põem ovos! Coisa que os políticos não fazem.

Marca: Mercedes-Benz. Título: Chiken. Agência: Jung von Matt/Neckar, Stuttgart. Direção: Daniel Warwick. Alemanha, setembro 2013.

Nas Nuvens

Mercedes-Benz-Le-MonolithO anúncio Le Monolith, da Mercedes, é todo ele um corpo a corpo com um monólito bruto, erecto como uma provocação divina. Embates humanos esculpem-no a um ritmo endiabrado, sincopado pela música dos Boys Noise remisturada pelos Chemical Brothers. A cinzelagem inicial do skater culmina com o polimento carnal por um casal de dançarinos. Homens e bestas revezam-se num desgaste cósmico, estético, erótico e agonístico. Para criar um ícone : a nova série da Mercedes. “Le film, réalisé par Wilfrid Brimo et Wanda Productions, montre une succession de scènes à la fois brutales, élégantes, énergiques, où des personnages vont progressivement façonner, sculpter un bloc d’une matière indéfinissable qui se révèlera être le Concept GLA. Un skateur va ciseler le bloc, un cerf va l’érafler, un couple de danseurs le polir… Quatre-vingt dix secondes d’un spectacle haletant, émotionnel et neuf en rupture avec les discours tristes, rationnels ou prudents que la catégorie automobile propose aujourd’hui en communication ».

Filho do luxo, brilhante e criativo, este anúncio exala um certo ar de família. Com as devidas precauções, advinha-se a origem francesa. A missão é homérica: renovar a imagem de uma marca consolidada. A ênfase na razão, na confiança e na sobriedade pertence ao passado. Doravante, a “estrela” será desportiva, sensorial e hedonista, na vanguarda da técnica e da arte. Uma rotação de quase 180º. Um último reparo: como diria Carlos Nascimento, profissional de publicidade experiente e meu parceiro de investigação, este é um bom exemplo de um anúncio que vai correr o mundo, inundar os ecrãs, mas que, de facto, se dirige a um target, além de preciso, extremamente reduzido: “les social climbers, ces hommes et femmes dans les plus belles années de leur réalisation”. Em português abreviado, os alpinistas sociais nas nuvens do sucesso.

Marca: Mercedes-Benz. Título: Le Monolith. Agência: BBDO France / Proximity. Direção: Wilfried Brimo. França, Setembro 2013-09-23

Existe uma versão interactiva muito bem conseguida desta campanha. Pode aceder no seguinte endereço: http://www.youtube.com/user/MercedesBenzFrance/Sensations.

Perdidos e achados

Lindas cores, uma pequena história, alguma sobriedade, uma pitada de sonho, um motivo para se perder… Um grande anúncio, com um título recorrente: The Journey.

Marca: Mercedes-Benz. Título: The Journey. Agência: Filmakademie Baden-Wurttemberg . Direção: Andreas Bruns, Alemanha, Janeiro 2013.