Tag Archive | Bruno Aveillan

Se conduzir, não beba!

chateau-margauxRegresso regularmente a Bruno Aveillan. É vício. Os onze minutos que dedica ao Château Margaux, um dos melhores vinhos do mundo, são onze minutos de arte. A curta-metragem “Prodigy of the Architect” acompanha a construção do Palácio no início do século XIX. Esta é a sua história, contada mais com imagens do que com palavras. Fica na memória a “Musa do Vinho” que inspira o arquitecto Louis Combes.

Marca: Château Margaux. Título: Prodigy of the Architect. Direcção: Bruno Aveillan. França, Outubro 2015.

Não há um sem dois. Mais um anúncio do Bruno Aveillan. Tudo é arte? Assim o defende Marcel Duchamp. “Tudo é arte” ou “tudo pode ser arte”? Nada, porém, sem a assinatura dos artistas, das galerias, dos críticos, das escolas, dos movimentos, dos museus e dos coleccionadores. Tudo pode ser arte! Ou, caso se ajuste, criatividade. Até numa estrada pode circular a arte ou a criatividade. Por exemplo, A Rua da Estrada, de Álvaro Domingues (https://tendimag.com/?s=rua+da+estrada) ou o anúncio Road Speak, de Bruno Aveillan para a Bridgestone.

Marca: Bridgestone. Título: Road Speak. Agência: The Richards Group Dallas. Direcção: Bruno Aveillan. Estados Unidos, 2009.

A casa das sete cores

Color Riche. Bruno Aveillan

Tendências do Imaginário dedicou 22 artigos ao realizador Bruno Aveillan. É um vício. Poucos realizadores terão filmado tantas modelos de elite. Em cada um dos seguintes anúncios da L’Oréal, desfilam sete modelos associadas à L’Oréal. No primeiro, tantas quanto as cores da paleta de bâton, sombras e esmaltes da linha Color Riche. Lembra A Casa das Sete Cores, da Rua Sésamo, com uma cor por cada divisão e cada hóspede.

Red Obsession. Bruno Aveillan

O segundo anúncio, Red Obsession, é monocromático. Vermelho, só vermelho. Mantém-se o número de modelos. Trata-se de ilustrar a diversidade de vermelhos do bâton Color Riche. O que representa um risco e um desafio para a arte de Bruno Aveillan. Resultado global: classe, charme e elegância.

Marca: L’Oréal. Título: Color Riche. Agência: Quad. Direcção: Bruno Aveillan. França, 2015.

Marca: L’Oréal. Título: Red Obsession. Agência: Quad. Direcção: Bruno Aveillan. França, 2016.

 

O Elogio do Movimento

Russia Parolympics

Bruno Aveillan reaparece quando e onde menos se espera. Desta vez, num anúncio russo para os Jogos Paraolímpicos de Inverno de 2014. A fotografia permanece um dos seus trunfos. A primeira parte do anúncio é desconcertante: Natalia Vodianova, a sétima modelo mais bem paga do mundo, corre com uma perna biónica, o que causa perturbação. Segundo Ferdinand de Saussure e o estruturalismo, classificamos a experiência a partir de associações e dissociações. Habituamo-nos a associar a beleza à ligeireza, mas não à deficiência. Este tipo de “dissonância cognitiva” desemboca, em muitos filmes, no absurdo ou no medo. Não é o caso deste anúncio, que culmina numa apoteose de cor, triunfo e felicidade: os jogos paraolímpicos.

Anunciante: Sochi 2014 Paralympic Winter Games. Título: Neverstop. Agência: JWT International Moscow. Direção: Bruno Aveillan. Rússia, 2014.

Há seres humanos cuja missão parece consistir em tornar a beleza ainda mais bela. Pela lente de Bruno Aveillan, passaram as modelos e as atrizes mais deslumbrantes. É, por sinal, casado, desde 2002, com Inna Zobova, modelo e atriz de origem russa. Em 1998, Bruno Aveillan, realizador, e Inna Zobova, modelo, deram corpo a um anúncio, pautado por uma estética inovadora, para as Galeries Lafayette. Pode espreitar aqui: Palavras com Imagens.

Dar corda ao desejo

Chanel Bruno Aveillan

Bruno Aveillan tem a arte de envolver os corpos numa estética de meticulosa volúpia. Charlotte Siepora, bailarina contemporânea, evolui em três elementos que se misturam: o ar, o líquido branco e a luz. Mais os diamantes! O corpo, em movimento, ora se eleva, ora se arrasta, ora se abandona. Os medievais recorriam ao realismo extremo para dizer o sagrado. Bruno Aveillan recorre à extrema sensualidade para embalar o sublime nas “asas do desejo”. Este anúncio lembra, por momentos, o genial Dolce Vita, que recomendo.

J12 White – Chanel. Bruno Aveillan. 2014.

Evasão

 

Louis Vuitton

Hoje, apetece-me algo bom! Sim! Algo mesmo bom! Para despedir as férias. Apetece-me zarpar para a ilha das pessoas raras. Apetece-me, por exemplo, um Aveillan! Um balsamo para os olhos e para os ouvidos. Que a boca e o tacto são dados à luxúria… Bruno Aveillan dirigiu em 2008 a primeira campanha para a Louis Vuitton: “Where Wil Life Take You”. Sob o signo da travessia. Recebeu 14 prémios internacionais. As imagens são fantásticas. A fotografia é inconfundível. Sequências passageiras despedem-se suavemente. A música é da autoria de Gustavo Santaolalla, vencedor de dois prémios Nobel pela melhor banda sonora dos filmes O Segredo de Brokeback Mountain (2005) e Babel (2006). Hoje, apetece-me algo bom! Mesmo bom! Uma pitada de evasão com as asas de Bruno Aveillan e Gustavo Santaolalla.

Marca: Louis Vuitton. Título: A Journey. Agência: Ogilvy. Direção: Bruno Aveillan. Produção: Quad. Música: Gustavo Santaolalla. França, 2008.

Até à última gota

Eau_de_Perrier_la_goutteA última gota escapa, por antecipação feminina, ao clone de James Bond. A última gota, que sobrevive à sede da Mulher Fantástica, apaga o sol. Une goutte, oui, mais de Perrier! A primeira gota, fugitiva, tem a assinatura de Bruno Aveillan; a segunda gota, uma nanogota megahidratada, foi dirigida por Johan Renck.
Há relações, felizes, que se bebem até à última gota.

Marca: Eau de Perrier. Título: The Drop. Agência: Ogilvy. Direção: Bruno Aveillan. França, 2003.

Marca: Eau de Perrier. Título: The Drop. Agência: Ogilvy. Direção: Johan Renck. França, 2012.

Na Ponta dos Dedos

Orange. Ten LIttle Fingers.Com dedos, com fragmentos de dedos, se conta, se digitaliza, o destino. A arte, inconfundível, é de Bruno Aveillan. Sublime!

Marca: Orange. Título: Ten Little Fingers. Agência: Marcel. Direção: Bruno Aveillan. França, Julho 2013.

O Pixel Nosso de Cada Dia

Samsung, Life in every pixelO sentimento está a desbotar para o azul? Pixelize-se. Quanto mais cedo, melhor. Mergulhe, da cabeça aos pés, numa caixa de cores e deixe-se absorver pelas imagens. Não se canse de “imaginar”, massaje-se, imagem a imagem, a duas, três ou quatro dimensões. Se a vida está demasiado azul, o arco-íris está à sua espera no aquário electrónico. Concentre-se visualmente. Assuma como uma imagem num televisor que não presta, o seu, é uma imagem do outro mundo num televisor mágico, o Samsung. Deve ser isto a alquimia pictórica. Curiosamente, falou-se ontem no mago, Bruno Aveillan, na sessão de abertura do  Mestrado em Comunicação, Arte e Cultura.

Marca: Samsung. Título: Life in every pixel. Agência: Cheil, UK. Direção: Bruno Aveillan. Reino Unido, Setembro 2013.

Belo, demasiado belo

Guerlain-ShalimarÉpico, feérico, erótico. Um novo anúncio de Bruno Aveillan. Espera-se já pelo próximo. De preferência, inovador, que melhor do mesmo é pouco. É maldição dos génios ter que renascer a cada gesto. A obra de Aveillan ilustra bem a estética da publicidade contemporânea. Excesso de sensações, bastante emoção e algum (re)conhecimento. Sentido, sentimento, razão; a base, a face e o vértice da pirâmide estética propiciada pelo ecrã. Fisgadas nesta pirâmide, preguiçosamente atentas, as esfinges da vontade não param de destilar ídolos, ícones, marcas e mercadorias.

Marca: Guerlain. Título: La legende de Shalimar Guerlain. Agência: Quad. Direção: Bruno Aveillan. USA, Agosto 2013.

Revolução Digital

Orange. Ten Little FingersPor cá, onde andamos a meter os dedos?

Respira uma beleza requintada, mas singela, este anúncio da Orange com o toque de Bruno Aveillan. Por falar nisso, por cá, onde andamos a meter os dedos?

Marca: Orange. Título: Ten Little Fingers. Agência: Marcel (Publicis). DOP: Bruno Aveillan. França, Junho 2013.