Que bom ser bom

Tintoretto. The Murder of Abel. 1551-52

Que bom ser bom

Proteger as pessoas e os animais

É tão bom ser bom

Preocupar-se com os outros

Mais do que os próprios

Que bom ser bom

Salvar os impenitentes

E resgatar os náufragos

Que bom ser bom

Subir pelas escadas do bem

Até ao cume da bondade

E converter de altas alturas

Os rebanhos cevados a erva daninha

Que mau ser banal

Sem chamamento, missão ou apostolado

Que mau ser mau (AG)

Sérgio Godinho. O Novo Normal. O Novo Normal. 2020.

Etiquetas:, , , , ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: