O mundo

Imago Mundi, o mais antigo mapa-múndi conhecido, século VI a.C., Babilônia.

“Quem tem uma mãe tem tudo / Quem não tem mãe não tem nada” (Zeca Afonso. Minha Mãe, Baladas e Cancões, 1964).

Não me entusiasma a mobilização para a internacionalização. Tão pouco a obsessão pelo rótulo internacional. Aprecio, no entanto, a internacionalidade. Mas mais do que ouvir, em Portugal, que o Fernando Pessoa, a Amália Rodrigues ou o Rodrigo Leão são internacionais, prefiro ouvir em Paris, em Roma ou em Berlim que são portugueses. Não é apenas uma questão de perspetiva. Não é preciso desaninhar nem acumular milhas para se internacionalizar. Basta fazer obra internacional. Existem instituições altamente responsáveis que pensam de outro modo.

“«O Mundo» é uma compilação lançada internacionalmente em 2006 por Rodrigo Leão”.

Rodrigo Leão – “O Mundo” (2006) – Ao Vivo / Live,

Etiquetas:, , ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: