Os dias correm para a sarjeta

Alannah Myles. Black Velvet. 1989.

Os dias correm para a sarjeta. Começamos com os outros e terminamos sem nós. Não sobra tempo, nem autoestima. A mesma borra, o mesmo esgoto. Tanto se faz e nada se colhe, a não ser adubo biológico. Nada como a música para nos animar: Black Velvet, da canadiana Alannah Myles.

Alannah Myles. Black Velvet. Alannah Miles. 1989.

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: