Archive | Novembro 2016

Perdido

the-moody-blues

The Moody Blues

Conhece uma ilha de sonho? Esta é mais fantástica! Umas férias do outro mundo. Só, com a sua sombra! Sem que ninguém se aperceba. Mar, praia, palmeiras, caranguejos, coelhos… Tudo gratuito, ao seu alcance por um gesto: mandar o telemóvel às urtigas! Não é bem esta a mensagem do anúncio nigeriano Lost, da Airtel. Sem telemóvel, um indígena do século XXI não é nada. Um Robinson Crusoe descompensado. E a festa ali tão perto! Não vá o diabo tecê-las, acrescento uma canção dos Moody Blues para, caso disso, ouvir na ilha.

The Moody Blues. Lost in a lost world. Seventh Sojourn. 1972

Carregar na imagem para aceder ao anúncio.

air-tel

Marca: Airtel. Título: Lost. Agência: Noha’s Ark Lagos Nigeria. Direcção: Bruce Paynter. Nigéria, Novembro 2016.

Encantamento

botticelli-allegoria-della-primavera-detalhe-flora-1478

Botticelli. Alegoria da Primavera. Detalhe: Flora. 1478.

Aura, frescura, natureza, volúpia e magia no anúncio Flora, da Gucci, realizado por Chris Cunningham. Chris Cunningham consta, a par de Spike Jonze e Michel Gondry, entre os realizadores de culto de vídeos musicais. Dirigiu, entre outros, Come to Daddy (1997), dos Aphex Twin (ver https://tendimag.com/2016/02/21/nem-apocalipticos-nem-integrados/), Only you (1998), dos Portishead (ver https://tendimag.com/2013/05/24/liberdade-debaixo-de-agua/), Frozen (1998), da Madonna, e All is full of love (1999) da Björk (ver https://tendimag.com/2013/08/08/feronomas/). No final de Flora e de Frozen, uma aposta semelhante nos efeitos associados à roupa.Seguem o anúncio Flora e o vídeo Frozen.

Marca: Gucci. Título: Flora. Agência: REM. Direcção: Chris Cunningham. Itália, 2009.

Madonna. Frozen. 1998. Direcção: Chris Cunningham.

A solidão como companheira

Georges Moustaki. Ma Solitude. Le Métèque. 1969.

“Não, nunca estou só com a minha solidão”. Sou mais prosaico do que o Georges Moustaki: gosto de estar só, mas não gosto de me sentir só. A solidão existe. A solidão das margens e a solidão na multidão. A solidão de quem se perdeu no mundo ou no mundo perdeu a mão de Deus. Existe, também, a solidão de quem não suporta a sua própria companhia. Nos anúncios BoardingThe Box, não se fala da mesma solidão. Uma é desejada e a outra imposta. Em contrapartida, no extremo oposto, aquele que anda sempre acompanhado não tem folga para pensar ou pensa, então, em equipa.

Marca: Air France. Título: Boarding. Agência: BETC Euro RSCG. Direcção: Hou Hsiao Hsein. França, 2006.

Carregar na imagem para aceder ao anúncio The Box.

digital-art-by-gregoire-a-meyer

Anunciante: Anti Exclusion. Título: The Box. Agência: McCann Erickson. Direcção: Joris Bergsma. Holanda, 1996. Imagem: Digital Art by A. Meyer.

O laço e a trela

edvard-munch-norwegian-1863-1944-melancholy-ii-1898-woodcut

Edvard Munch. Melancholy II. 1898.

É costume associar a separação a uma experiência negativa. Depois do adeus, a solidão, o luto e a saudade. Trauma insuperável? Quem se afasta, aproxima-se. De uns e de outros. Custa? Apegamo-nos às pessoas e às coisas, tóxicas ou não. Criar novas relações também custa? São necessárias pontes. Melancolia à parte, aguentar uma situação é, muitas vezes, pior do que a abandonar. Quem se despede não deixa de existir. Um grupo não é uma caravana no deserto. A separação é uma crise, um momento de fractura e abertura. Em latim, crisis significa “momento de decisão”, e o verbo grego Krino significa “separar, decidir, julgar”. Entretanto, Julio Iglesias canta Y la vida sigue igual (1968).

Julio Iglesias. Y la vida sigue igual. 1968.

Y la vida sigue igual. Julio Iglesias.1968.

Unos que nacen, otros morirán;
Unos que ríen, otros llorarán.
Aguas sin cauce, ríos sin mar,
Penas y glorias, guerras y paz.

Siempre hay
Por que vivir,
Por que luchar.

Siempre hay
Por quien sufrir
Y a quien amar.

Al final
Las obras quedan, las gentes se van.
Otros que vienen las continuarán.
La vida sigue igual!

Pocos amigos que son de verdad;
Cuantos te alagan si triunfando estas;
Y si fracasas, bien comprenderás:
Los buenos quedan, los demás se van.

Siempre hay
Por que vivir,
Por que luchar.

Siempre hay
Por quien sufrir
Y a quien amar.

Al final
Las obras quedan, las gentes se van.
Otros que vienen las continuarán.
La vida sigue igual!

Al final
Las obras quedan, las gentes se van.
Otros que vienen las continuarán.
La vida sigue igual!

Elogio da lentidão

caracois-brincam-as-escondidas

Caracóis brincam às escondidas.

Sou apóstolo da lentidão. Nada como pescar memórias num lago pasmado. Mas há quem sulque as águas a remar sem barco rumo ao futuro. Com tanta velocidade que as memórias ficam para trás.

Indiferença, preguiça e entorpecimento, eis a trilogia da lentidão. Tem discípulos na música. Por exemplo, os Deep Purple (Lazy, 1972) ou Georges Moustaki (Le Droit à La Paresse, 1974). Escolho, porém, o irlandês Bob Geldof, promotor dos Band Aid, do Live Aid e do Live 8. Assumiu o papel de Pink, na canção Confortably Numb, no filme The Wall, dos Pink Floyd. Seguem três vídeos musicais: dois a solo (The Great Song of Indifference e I don’t like Mondays) e um terceiro com David Gilmour (Confortably Numb, ao vivo em 2002).

Bob Geldof.The Great Song of Indifference. The Vegetarians of Love. 1990.

Bob Geldof, com os Bootown Rats. I don’t like Mondays. The Fine Art of Surfing. 1979

David Gilmour feat Bob Geldof. Confortably Numb.The Meltdown Concert. 2002.

Natal virtual

loteria-de-espanha

Hoje, fui dar um pouco de mim à pequena cirurgia. Espírito natalício! Mas não não há maior generosidade do que tornar real o sonho de alguém. No anúncio espanhol Lotería de Navidad – 21 de Diciembre, a população local aceita ser cúmplice de uma ilusão.

Esta es la historia de Carmina, una maestra jubilada que tras escuchar su número en la tele, piensa que le ha tocado la Lotería de Navidad, y de cómo el pueblo entero se une para mantener viva su ilusión. Una nueva demostración de que la verdadera alegría de ganar está en compartirlo con los tuyos (Loterías e Apuestas del Estado).

Marca: Loterías e Apuestas del Estado. Título: Lotería de Navidad – 21 de Diciembre. Agência: Leo Burnett (Madrid). Direcção: Santiago Zannou. Espanha, Novembro 2016.

Sonha com os anjos que está lua cheia

Pára, escuta e vai ver a lua!

william-adolphe-bouguereau-1825-1905-biblis-1884-sim

William Adolphe Bouguereau. Biblis. 1884.

Alessandro Marcello (1673-1747): Oboe Concerto in D Minor – Adagio

.

Camille Saint-Saens (1835-1921). O Cisne. O Carnaval dos Animais.

 

 

Tempos negros

la-mort-saint-innocent-statue-dalbatre-presente-au-cimetiere-des-innocents-de-1530-a-1786

La Mort Saint Innocent. Statue d’Albâtre présente au Cimetière des Innocents (Paris) de 1530 à 1786.

Estou a marinar, desde meados de Outubro, um artigo sobre os transi (esculturas tumulares, dos séculos XV e XVI, com corpos em decomposição, pasto de vermes, sapos e insectos). Antecipo duas imagens: a estátua de alabastro patente, entre 1530 e 1786, no cemitério dos Inocentes, em Paris; e a cabeça de L’Écorché, transi de René de Chalons , por Ligier Richier (ca. 1550).

ecorche-16th-century-ligier-richier

L’écorché. Transi de René de Chalons. Ligier Richier, ca. 1550.

Para baralhar, acrescento a interpretação ao vivo de Black Night, pelos Deep Purple, em 1970, na BBC. Às vezes, a velhice pede para ir beber à fonte.

Deep Purple. Black Night. Ao vivo na BBC. 1970.

Corações distraídos

om-london-philips-everyday-hero-spider-man-1-700x337

Não nos apercebemos o quanto ignoramos quem precisa da nossa ajuda. As câmaras, os corvos do século, revelam que, muitas vezes, aquilo que dizemos não corresponde àquilo que fazemos. Um excelente anúncio português que, apesar do dispositivo montado, navega, com sucesso, nas águas de simplicidade.

Marca: Lipton. Título: Awake, Uma Experiência Lipton. Agência: Funny How. Direcção: Nuno Alberto. Portugal, Novembro de 2016.

Menos simples, mas igualmente bem intencionada, é a solução adoptada pela Philips para animar as crianças hospitalizadas. Spiderman, o herói de serviço, pensa, porventura, o mesmo. Seria interessante uma investigação sobre a presença dos heróis da banda desenhada na publicidade. Um abraço para o Canadá!

Marca: Philips. Título: Everyday Hero. Agência: Ogilvy & Mather London. Direcção: Fredrik Bond. Reino Unido, Outubro 2016.

Trampolim

buster-the-boxer-john-lewis-christmas-ad-031

Os anúncios de Natal da John Lewis fazem parte da tradição. Caracterizam-se pela qualidade, pela generosidade e pela ternura. O anúncio deste ano, Buster The Boxer, para além de proclamar o Natal, foi publicado próximo das eleições presidenciais dos Estados Unidos. Presta-se, deste modo, a ser alvo de paródia.

Marca: John  Lewis. Título: Buster The Box. Agência: adam&eve DDB (London). Direcção: Dougal Wilson. Reino Unido, Novembro 2016.

John Lewis Christmas Advert. Donald Trump and Hillary (JOE.ie.Remix). Novembro 2016.