Archive | Setembro 2012

Sweet

Por quê um vídeo com a canção Sweet de Dave Matthews Band? Para não chover amanhã.

 

Casa dos Espíritos

As casas são coisas vivas. Toda a gente o sabe! Basta ver certos filmes, ouvir as estórias dos avós ou visitar o património. As casas arruínam-se. E algumas arruínam-nos… A casa onde se albarda o Zé Povinho não vai por meias medidas: arruína-se e arruína-o. “No one feels it like you do!”. Para melhor qualidade da imagem, carregar no canto superior direito em HD.

Marca: Hornbach. Título: Crack. Agência: HeimatWerbeagentur GmbH, Berlin. Direção: Martin Krejci. Alemanha, Setembro 2012.

 

Desespero

A publicidade não se resume apenas a sorrisos e imagens de encantar. Também serve cenas de terror e desespero. Por exemplo, quando eles ficam sem elas (Lindauer, Don’t Worry Boys) ou uma nova versão de um jogo aterroriza os seus fãs (Resident Evil  6. Cries for Help. Live Action TV Trailer). Dois belos apontamentos de expressividade humana.

Marca: Lindauer. Título: Don’t Worry Boys. Agência: DDB Group New Zealand. Direção: William Stahl. Nova Zelândia. Setembro 2012.

Marca: Resident Evil 6. Cries for Help. Live Action TV Trailer. Agência: Brothers and Sisters, London. Direção: Brothers and Sisters. Reino Unido, Setembro 2012.

Um corpo que se perde…

“Um corpo que se perde” é o título de um artigo publicado no blogue Awareness Publicity criado por uma socióloga a braços com uma dissertação de doutoramento sobre a publicidade de sensibilização. O seu comentário ao anúncio “Pills”, da Breast Cancer Care, termina com estas palavras: “O cancro faz o homem não se querer ver ao espelho quando o seu corpo já não consegue ser corpo mas química que não faz parte do corpo. Como acabar com essa química e dar ao corpo a possibilidade de não sofrer?.” Para ler o comentário completo e visionar o anúncio, carregar na imagem ou no seguinte endereço: http://awareness-publicity.blogspot.com.es/2012/09/um-corpo-que-se-perde.html.

Anunciante: Breast Cancer Care. Título: Pills. Agência: M&C Saatchi. Direção: Julia Fullerton-Batten. Reino Unido, Março 2012.

Estética do Não

Veja como um diretor conseguiu conquistar o seu lugar na indústria cinematográfica. Neste percurso de resistência, quem paga a fatura é o corpo: rosto deformado, nariz torto e abatatado. Em suma, fica-se a saber que um não deixa marcas e um sim não as apaga. Um anúncio minimalista bem inspirado.

Anunciante: Astral Media. Título: In Between Odds. Agência: BCP Montreal. Direção: Emannuel Hoss-Desmarais. Canadá,  Setembro 2012.

Só risos

Para muitos, o riso é uma arma. Para Bakhtin, é mais que isso, é uma visão do mundo. Este anúncio da Volkswagen é um riso pegado. Por sinal, norte-americano!

Marca: Volkswagen. Título: Smiles. Agência: Deutsch LA. Direção: Everynone. EUA, Setembro 2012.

Sonho tecnológico

Pode a tecnologia ser amiga do ambiente? Podem os objetos técnicos contribuir para um paraíso ecológico? São questões que a publicidade não enjeita. Por exemplo, este anúncio da Panasonic propicia uma bela ilusão palpável, uma espécie de fantasia arcimboldiana composta por peças mecânicas montadas nas franjas da realidade.

Marca: Panasonic. Título: Eco Technology. Agência: Dentsu. Direção: Timo Schaedel. Alemanha, Setembro 2012.

Skate duplo

As modalidades de desporto de deslize distinguem-se consoante o grau de ecologização e de motorização. O ski náutico e o jetski são motorizados; o ski alpino ou o surf não o são e promovem uma postura mais ecológica. Não obstante, todos evoluem, com maior ou menor envolvência, na “natureza”. O skate é um parente, não motorizado, que se aparta dos demais pela sua costela urbana. As ondas são lombas e a “poudreuse”, calçada. De toda a família Skate & Surf, afirma-se como o rebento mais acessível e mais asfáltico. Na publicidade, o skate é vedeta. Neste belo anúncio, o skate é rei e o Smart um regalo real. Os dois skaters, Kilian Martin e Alfredo Urbon, são espanhóis, o anúncio é britânico e a música, “You Rascal You, do norte-americano Hanni el Khatib, que, por sinal, atuou este Julho no Super Bock Super Rock.

Marca: Smart. Título: Skate for two. Agência: Weapon7. Reino Unido, Setembro 2012.

Ninguenização

Que as palavras são performativas (J.L. Austin) e alimentam predições criadoras (W.I. Thomas), já se sabe. Que aqueles que nelas acreditam são os mais vulneráveis, também.  É o que recorda este anúncio da campanha “Children believe what they are told”, promovida pela ISPCC, instituição irlandesa responsável por uma Linha Criança.

Anunciante: ISPCC. Título: Stupid little bitch. Agência: Ogilvy. Direção: Kieron J. Walsh. Irlanda, Setembro 2012.

CEO Ashley Balbirnie; “Emotional abuse undermines confidence and self-worth and can have a detrimental impact on a child. To highlight this, the ISPCC have launched the ‘Children believe what they are told’ campaign. Following on from our Anti-Bullying Week, and the reaction to this from schools, parents and young people nationwide, we know that words can leave deep scars that can have a lasting negative impact on children’s self –esteem.”

As part of our campaign, with the help of our great supporters Ogilvy, we have produced an online video and TV ad which stresses the serious issue of emotional abuse suffered by children in Ireland every single day, whether it is in their family home or the school yard. The girl in our video encompasses the many stories we hear from children every day, children who experience feelings of worthlessness, who feel unloved and feel they do not deserve to be happy. The print ads reflect the words used towards children. Words that are harmful to self-esteem and feelings of self-worth, words that should never be spoken to any child.” (http://www.mediacontact.ie/mediahq/ispcc/32486/childline-launches-its-children-believe-what-they-are-told-campaign.html).

Paraíso sobre rodas

Pelos vistos, na Dinamarca, o paraíso anda sobre rodas. Cool, very cool!

Marca: Midttrafik. Título: Bus. Agência: M2Film, Denmark. Dinamarca, Setembro 2012.