Tag Archive | turismo

Sociologia sem palavras 14. O povo.

CARTAZ-DO-FILME-MARIA-PAPOILA (1)Da Beira Alta rumo a Lisboa, seguem no comboio Maria Papoila, de condição humilde, em 3ª classe, e o filho do médico da aldeia, em 1ª classe. Ela vai tentar a sua sorte, ele, prestar serviço militar. O povo enche, alegrete, a 3ª classe; ao filho do médico, solitário em 1ª classe, tudo o incomoda. O filme Maria Papoila, de Leitão de Barros, estreou em 1938, ano do concurso da aldeia mais portuguesa de Portugal. Este excerto mostra como, nos anos 1930, se representava, em Portugal, o povo, as desigualdades sociais, a migração para a capital e a actividade hoteleira em Lisboa.

Maria Papoila. Leitão de Barros. 1938. Excertos.

Gelar no paraíso

Columbia Britânica

Como deve ser bela a natureza para os lados da Colúmbia Britânica! Mostrada assim, dá vontade de gelar algures à porta do paraíso. O contraste entre a cidade e a montanha no final do anúncio é fabuloso. Imagens magníficas! E a letra? Como seria a letra se os canadianos tivessem Camões e Pessoa?
A Colúmbia Britânica tão longe, e a minha terra aqui tão perto… Pedra, água, árvores, musgo… Saudades (ver https://tendimag.com/2012/01/21/a-pedra-e-a-agua-imagens-de-melgaco/).

Marca: Destination British Columbia. Título: The Wild Within. Agência: Dare, Vancouver. Direcção: Sean Thonson. Canadá, Novembro 2014.

A Bengala Branca

 

sa-tourism-1Fazer um anúncio é criá-lo. Não há outro modo. No Reconsider, da Ireland/Davenport, a atenção oscila entre os sítios e o visitante. De sensação em sensação, tece-se uma trama de prenúncios. A bengala branca é a chave final: o visitante é cego. Há tanto prazer para além do ver! Curiosamente, no anúncio, o som resume-se à música e à voz. Uns não vêem, outros não ouvem. “Avózinha, para que é esse silêncio tão grande? É para te ver melhor”. Naturalmente.

Anunciante: South African Tourism. Título: Reconsider. Agência: Ireland/Davenport, Johannesburg. Direcção: Dean Blumberg. República da África do Sul, Maio 2014.

Tenho bastante admiração pela agência Ireland/Davenport, da República da África do Sul. Produziu, em tempos, um dos mais belos anúncios da história da publicidade: Aesthetics. Vale a pena rever.

Anunciante: BMW. Título: Aesthetics. Agência:  Ireland/Davenport, Johannesburg. Direcção: Adrian de Sa Garces. República da África do Sul, Novembro 2006.

Paisagem com gente dentro

Adelaide

Voar, saltar, deslizar, participar e desabrochar, passo a passo com um astronauta em Adelaide, na Austrália. Para orgulho dos habitantes. Belíssima sequência de imagens acompanhada pela canção Never Tear Us Apart, dos INXS, num cover de Emma Louise. Parece que o que mais conta são as pessoas, residentes e visitantes, astronautas ou não. Comem, bebem, passeiam, dançam… Respiram! Há quem goste de promoções turísticas alternativas, com paisagens pasmadas à espera de gente. São opções.

Anunciante: South Australian Tourism Commission (SATC). Título: Breath. Agência: kwp! Advertising. Direção: Jeffrey Darling. Austrália, Fevereiro 2014.

Papel Digital

Digital Insurance. BrazilEm turismo no Brasil, um casal de pombos depara-se com a destruição da floresta. Não revelo mais para não ser spoiler. Pode carregar em HD no canto superior direito do vídeo.

Marca: Digital Insurance. Título: Brazil. Agência: BBR Saatchi & Saatchi, Israel. Direção: Rani Carmeli. Israel, Outubro 2013.

Espécies de hóspedes

Lago Makrovo. MacedóniaConfesso que nem sempre compreendo os anúncios de sensibilização provenientes de organismos governamentais, fundações e associações. Esta campanha do governo da Macedónia dá-me um nó à inteligência. Talvez por ver os anúncios de relance, sem os marinar nos neurónios. O público-alvo é composto por espécies endémicas macedónias espanta-turistas. Um alvo interno. O objectivo escapa-me. Fora de fronteiras, duvido que estes anúncios mobilizem os turistas. Na realidade, os anúncios já circulam pelo mundo, no YouTube, no Advertolog, no Coloribus, no Ads of the World… 

Anunciante: Government of Macedonia. Título: Macedonian Lakeside Waiter 1. Agência: Republika. Macedónia, Novembro 2013.

Anunciante: Government of Macedonia. Título: Macedonian Lakeside Waiter 2. Agência: Republika. Macedónia, Novembro 2013.

Anunciante: Government of Macedonia. Título: Macedonian Bed and Breakfast Owner. Agência: Republika. Macedónia, Novembro 2013.

Anunciante: Government of Macedonia. Título:Training Center. Agência: Republika. Macedónia, Novembro 2013.

O corpo não cabe no ecrã

eurostar-paris-londresEstes anúncios encantam-me. Tão bem feitos! Despertam todos os sentidos. Bem como o imaginário, a pele e o corpo. Presenciamos, cheiramos, tocamos, saboreamos, ouvimos, descansamos, participamos, vestimos os símbolos. Os olhos são uma extensão do corpo. Transfiguram-se numa orquestra de sentimentos, sensações e emoções. O ecrã não basta, não faz justiça ao corpo, nem à pele, nem ao movimento. O corpo quer andar, apalpar, perder-se, regalar-se à mesa, molhar-se à chuva, acariciar os ícones, espantar-se com o quotidiano, misturar-se com os outros e falar outra língua. O corpo pede para estar lá. Em Londres ou em Paris, com ou sem o Eurostar. Estes anúncios são, antes de mais, um convite à viagem ou, mais precisamente, à descoberta.

Marca: Eurostar. Título: Stories are waiting in Paris. Agência: AMV BBDO London. Direção: Simon Ratigan. UK, Outubro 2013.

Marca: Eurostar. Título: Tant d’histoires à venir à London. Agência: AMV BBDO London. Direção: Simon Ratigan. UK, Outubro 2013.

Erros de bom aluno

Rafael Bordalo Pinheiro. Depois das eleições (O António Maria, 1880)

Rafael Bordalo Pinheiro. Depois das eleições (O António Maria, 1880)

Portugal está a errar. De um modo sofrido, sustentado, consistente e autodestrutivo. Errar assim não é pecado, nem fado. É ser bom aluno. À europeia. Portugal merece a ajuda de quem o ajuda a errar. Somos um dos países mais envelhecidos da Europa, mas somos jovens. Nos quatro minutos do vídeo A Beleza da Simplicidade, promovido pelo Turismo de Portugal (2011; ver, no mínimo, em 720p), não aparece uma única pessoa de idade. Só jovens. É impressionante! Somos jovens bons alunos. Ainda temos muito para errar…
E pronto! Com 86 palavras e 428 caracteres, quase se escreve uma poesia.

Anunciante: Turismo de Portugal. Produção: Krypton. Direção: Rogério Boldt. Portugal, Maio 2011.