Tag Archive | embalagem

Embalagens

Willie Nelson

Este anúncio da Fedex convoca o cantor Willie Nelson, bem como o realizador Noam Murro. À balada Always in my mind, da banda sonora do anúncio, acrescento a música Crazy, ambas de Willie Nelson.

Marca FedEx. Título: Delivering for Earth. Agência: BBDO (New York). Direção: Noam Murro. Estados-Unidos, abril 2021.
Willie Nelson. Crazy. And Then I Wrote. 1962.

Embalagem fálica

 

PerrierA Perrier tem marcado a história da publicidade. Recorde-se, por exemplo, La Femme et le Lyon (1990), La Fête (1997), Le Train (2003), Melting (2009) e The Drop (2012). Bouteille Phallique, de 1976, tornou-se um clássico. O conceito é simples: uma garrafa e uma mão feminina; a garrafa cresce à medida que é acariciada, culminando a acção num jorro da água mineral. A garrafa é, naturalmente, associada a um falo e o jorro de água, a um orgasmo (ver A mulher, o homem e o objecto). A Perrier recorreu, várias vezes, a este conceito. No anúncio Une Nouvelle Forme de Plaisir, de 2014, a marca retoma, volvidos quarenta anos, a associação entre recipiente e falo, água e satisfação, jorro e orgasmo. Algumas imagens são, aliás, citações do anúncio de 1976. Mas os dois anúncios são distintos. A simplicidade deu lugar à exuberância. A câmara, inquieta, salta de personagem em personagem, captando confissões, subentendidos e mal-entendidos alusivos ao sexo, ao falo e ao prazer.

Este anúncio foi muito criticado. Porquê? Problema de conteúdo ou de forma? Uma questão de estética? A estética pode funcionar como bálsamo e cosmético? A mudança de focagem do sentido da visão para o ouvido é tão decisiva quanto se estima? Uma série de falas curtas compõem uma variação ou uma cacofonia? Quarenta anos é muito tempo, mudou a nossa tolerância face à expressão da sexualidade? Ou será que a expressão da sexualidade se vulgarizou até aborrecer?

Marca: Perrier. Título: Une nouvelle forme de plaisir. Agência: Ogilvy. França, 2014.

Vacas transparentes

Anchor transparênciaO leite faz mal? Cálcio a mais, lactase a menos, e um toque de osteoporose… A novíssima paranóia! Valham-nos os nutricionistas (vídeo 2). Precavidos, viveremos para sempre, até morrer. Se não fosse a Internet, o que seria de nós? Tem resposta para tudo. Anjo ou demónio?Vou mas é informar-me acerca do vinho e da água. Serão também uma ameaça?

Piscina de vinho para  celebrar a  nova colheita do Beaujolais Nouveau.

Piscina de vinho no Japão

Cleópatra embelezava-se com banhos de leite e os japoneses rejuvenescem com banhos de vinho. Segundo a Anchor, as vacas não se querem transparentes. O leite, tal como a água, dá-se bem no escuro.

Marca: Anchor. Título: If milk was meant to see the light, cows would be see-through. Agência: Colenso BBDO/Proximity New Zealand. Direcção: Damon Duncan. Nova Zelândia, 2003.

Denise Carreiro. Consumo do leite.