Tag Archive | banco

Mais inesperado do que o previsto

Pepsi. Encounter. 2019.

Muitos anúncios são paródias. Temas não faltam. Mais importante do que a paródia é o modo surpreendente como é rematada. É neste golpe final que reside o seu fascínio e a sua genialidade. Alguns anúncios a surpresa ultrapassa as expectativas: mostram-se mais inesperados do que o esperado.

Uma paródia dos mil e um “encontros imediatos” com extraterrestres não passa de mais uma entre muitas. Mas se, ao comando de um andróide, o extraterrestre for um peluche, tipo Gremlin, “pepsidependente”, então o anúncio arrisca-se a ficar na memória. Quando um homem mascarado de palhaço entra num banco logo acode a lenda urbana dos palhaços assassinos. Mas o palhaço dirige-se à caixa multibanco e levanta dinheiro com o cartão de crédito… O episódio condiz com as nossas expectativas? Quando aguardamos uma monstruosidade, a normalidade perturba-nos. Estes exemplos revelam que o efeito de estranhamento, eventualmente, grotesco não reside nos fenómenos em si, normais ou anormais, mas na relação que estabelecemos com esses fenómenos.

Marca: Pepsi. Título: The encounter. Agência: Goodby Silverstein & Partners. Estados Unidos, Janeiro 2019.
Marca: London Film Academy. Título: Clown. Agência: F/Nazca Saatchi & Saatchi. Reino Unido, Março 2018.

Acompanhamento

sabadell

O anúncio espanhol Acompañarte, do Banco Sabadell, mostra-se diferente. Inicia com o nome da marca e o lema, que, normalmente, aparecem no fim deste tipo de anúncio. Talvez para dar o tom e evitar a confusão. Aposta na classe: no preto e branco e na música. A música cativa e envolve. Tal como o banco acompanha os clientes, os músicos acompanham-se uns aos outros. O ambiente é de competência, confiança, informalidade e criatividade. Em suma, um acompanhamento recomendável!

Esta campanha do Banco Sabadell contém vários vídeos. Colocamos uma versão curta (42 segundos) e uma versão mais longa (5:57).

Marca: Banco Sabadell. Título: Acompañarte. Agência: SCPF. Direcção: Bernat Lliteras. Espanha, Fevereiro 2017.

Magnetismo

BNP

A levitação e o magnetismo podem coexistir como no caso do comboio de levitação electromagnética (TGV japonês). Mas, neste anúncio, os corpos atraídos não conseguem desprender-se. O que não é prático, nem confortável. Felizmente, há, algures, um banco que chegou à conclusão que “in a changing world, you don’t have to do everything together”.

Marca: BPN Paribas Fortis. Título: Magnets. Agência: Publicis. Direcção: Koen Mortier. Bélgica, Abril 2015.

A dança do pombo

Virgin MoneyQuando os pombos dançam por causa de um banco é sinal que não são cá da terra.
(Anónimo).

Marca: Virgin Money. Título: Pigeon. Agência: m/SIX. Direcção: Andy McLeod. UK, Abril 2015.

Capitalismo mendicante

Fifth Third Bank

Apraz-me noticiar mais um gesto de generosidade num anúncio publicitário:

“World Cancer Day will be marked on Tuesday, Feb. 4 to raise awareness of cancer and to encourage its prevention, detection, and treatment. Every year cancer kills more than 500,000 Americans and almost eight million people worldwide.
This week, Fifth Third Bank launched the “Pay to the Order of” campaign that drives donations for cancer research through new account openings. For each new customer who opens a checking account with direct deposit and makes three online bill payments, Fifth Third will give $150 to the customer and donate $150 to Stand Up To Cancer (SU2C).”

O homem de negócios actual pouco tem a ver com o empresário calvinista dos primórdios do capitalismo. Max Weber constata-o no século XIX. Com o tempo, a vocação e a ascese como que derreteram. E os conselhos de Benjamin Franklin, inflamados pelo espírito do capitalismo, também passaram de estação? Evoluir das promoções e dos sorteios para os donativos representa um pequeno passo? Um grande salto? Por vezes, a história parece cíclica. Na Idade Média, grassavam as ordens mendicantes. Hoje, exibe-se o capitalismo mendicante. Marketing! Marketing! Marketing! Mas bom marketing, com uma história bem contada, subtil, a reclamar várias leituras.

Marca: Fifth Third Bank. Título: Stand Up To Cancer MasterCard – Replacements. Agência: Leo Burnett. USA, Fevereiro 2014.

Humor grego

O anúncio da Wind Hellas Telecommunications podia integrar a série televisiva Malucos do Riso. Trata-se de um humor bem-disposto construído em torno de um assalto enredado num interminável quid pro quo.

Marca: Wind Hellas Telecommunications. Título: Greek bank robbery. Agência: The Newtons Laboritary (Athens). Grécia, 2012.

Empurrãozinho

Byblos BankNeste anúncio libanês, bastante agradável, uma história de amores infantis é coroada com um cliché bem repescado. O produto, o banco, quase não aparece. O que, em publicidade, não é caso raro. Já no país dos empurrõezinhos, um empurrãozinho assim, amigável e eficaz, dava muito jeito.

Marca: Byblos Bank. Título: A Little Push Matters. Agência: FP7, Beirut. Direção: Wissam Smayra. Líbano, Janeiro 2013.

Anúncio do Millenium na Grécia

Millenium. Online Banking.O Millenium internacionalizou-se. O que, em Portugal, é sinal de excelência. “O Millennium bank tem, na Grécia, uma forte presença geográfica: a sua rede é composta por 178 sucursais, que abrangem grande parte do território nacional, com especial concentração nos centros urbanos” (http://ind.millenniumbcp.pt/pt/Institucional/imprensa/Pages/comunicados/2008/20081212.aspx). Acaba de lançar o anúncio Online Banking com o seguinte propósito: mostrar como é complicado pagar contas à moda antiga (não sei como se vêem os gregos, aqui começa a ser difícil pagá-las  de qualquer modo). “Millennium Bank wanted a way to boost usage of their internet banking. We suggested a fresh way of communication using a fluffy main character that viewers will love. In this first video, the character goes through the trouble of paying his bills the old fashioned way, by standing in line and wasting time, till a wise owl shows him there’s a better way” (Socialab).

Grécia, Janeiro 2013. Marca: Millenium Big Bank. Título: Online Banking. Agência: Socialab. Direção: George Anagnostpoulos. Grécia, Janeiro 2013.

Surpresa, estilo alemão

Sem palavras.

Anunciante: Forum bank. Título: Surprise. Agência: Ogilvy & Mather Ukraine. Direção: Mikko Lehtinen. Ucrânia, 2011.

Asas de Ícaro

Segundo a agência australiana The Monkeys, este anúncio para o UBank aborda com humor as grandes questões da vida. Pelos vistos, as quedas são os melhores momentos para refazer contas à vida. E os bancos são os oráculos e o purgatório do nosso tempo, sempre dispostos a exceder-se em generosidade e a proteger-nos de lobos e abismos. Primeiro, a queda, depois, a salvação. À semelhança do caçador do conto do Capuchinho Vermelho, um bom banco não caça, resgata as criaturas carenciadas. Empresta-lhes umas belas asas de Ícaro para sobrevoar as chamas do pesadelo!

Anunciante: UBank. Título: Since Today. Agência: The Monkeys, Australia. Direção: Christopher Riggert. Austrália, Março 2012.