A morte das palavras

Carlo Carrà, Interventionist Demonstration (Patriotic Holiday – Free Word Painting), 1914,

Ando ocupado. Deixo ao C.S. Lewis, o autor de As Crónicas de Nárnia, a honra de completar este artigo. Quem é cristão? Afinal, “o que falar quer dizer” (Pierre Bourdieu)? As palavras também se gastam com o uso? Também morrem? Segue uma cópia de quatro páginas de um livro que me tem entretido: Cristianismo puro e simples. Carregar para aumentar.

Cristianismo puro e simples, pp. 16 e17
Cristianismo puro e simples, pp. 18 e 19

C.S. Lewis. Cristianismo puro e simples. 1942-1952. Rio de Janeiro, Vida Melhor Editora, 2017.

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: