Mesmidade epidémica

H&M Breckham. Lisboa

Mais um anúncio filmado em Portugal, desta feita em Lisboa. Da H&M, com a participação de David Beckham. Trata-se de uma mesmidade ao nível da roupa, a que nem sequer escapam os cães. Todos os protagonistas vestem e, por vezes, agem como Beckham. A cópia processa-se ao nível da aparência, do invólucro. A mesmidade resulta da imitação.

O anúncio World of Play, da LG, vai mais longe. A réplica e a multiplicação ocorrem ao nível dos próprios corpos. Todos os protagonistas são um clone de Jason Statham. Dezenas e dezenas, a braços com situações insólitas num mundo delirante.

Fredrik Bond dirigiu os dois anúncios.

Para a distopia da mesmidade, aponta a noção de reificação de Georgy Lukacs (História e Consciência de Classe, 1923), retomada pela Escola de Frankfurt e pelo marxismo romântico. Metropolis (1927), de Fritz Lang,  foca, ao nível do cinema, a humanidade perdida num mundo totalitário compassado por máquinas. Alguns quadros de René Magritte multiplicam figuras semelhantes e retratam a exiguidade identitária. Aldous Huxley escreve sobre a normalização mecânica da vida (O Admirável Mundo Novo, 1931). Oitenta anos depois, em pleno”admirável mundo da imagem”, a receada distopia parece transformar-se em aprazível utopia, se não em promessa a cumprir no presente. A moda e a publicidade, mas também a educação, o mercado, o trabalho, o lazer e o mundo digital caminham no fio da navalha. Complicado? Jacques Prévert ilustra.

Marca: H&M. Título: Everyone dresses like Beckham. Agência: adam&eveDDB. Direcção: Fredrik Bond. Reino Unido, Fevereiro 2016.

Marca: LG. Título: World of Play. Agência: BBDO Chicago. Direcção: Fredrik Bond. USA, Abril 2016.

FAMILIALE

Prévert 2

Jacques Prévert


La mère fait du tricot
Elle trouve ça tout naturel la mère
Et le père qu’est-ce qu’il fait le père ?
Il fait des affaires
Sa femme fait du tricot
Son fils la guerre
Lui des affaires
Il trouve ça tout naturel le père
Et le fils et le fils
Qu’est-ce qu’il trouve le fils ?
Il ne trouve rien absolument rien le fils
Le fils sa mère fait du tricot son père fait des affaires lui la guerre
Quand il aura fini la guerre
Il fera des affaires avec son père
La guerre continue la mère continue elle tricote
Le père continue il fait des affaires
Le fils est tué il ne continue plus
Le père et la mère vont au cimetière
Ils trouvent ça naturel le père et la mère
La vie continue la vie avec le tricot la guerre les affaires
Les affaires la guerre le tricot la guerre
Les affaires les affaires et les affaires
La vie avec le cimetière.

Jacques Prévert, Paroles. 1945.

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: