Tag Archive | Smart

French Kiss: A minha língua, a tua língua

Auguste Rodin. O Beijo. 1882.

Num texto português de meia dúzia de linhas, surgem as palavras: smart city, start up, ranking, call e paper. Todas as gerações têm direito às suas palavras-chave. Smart city, start up, ranking, call e paper são chavões apreciativos. Parece que o português não tem palavras para os fenómenos do presente com futuro reluzente. Caem bem palavras de outros horizontes, outras peritagens e outros poderes.
Smart city. Não é o mesmo que “cidade inteligente”. É reduzir o valor (no sentido de Saussure) da expressão inglesa que significa, também, esperteza, requinte, capacidade… Cidade esperta? O melhor é seguir viagem.
Start up. Por que não “empresa emergente”? Perdia-se a ligação à bolha tecnológica. E start up vibra com ressonâncias ascendentes: wake up; make up; pin up
Ranking? Ordenação, classificação, hierarquia, posição, nível… O português tem demasiadas palavras para dizer uma operação tão simples. Se antes pecava por defeito, agora peca por excesso.
Call. A palavra inglesa possui uma aura religiosa mais ampla e acentuada do que a palavra portuguesa “chamada”. Convoca a vocação e o chamamento, ambos pressupostos nos encontros científicos. Por sua vez, convite é, porventura, demasiado cortês.
Paper. Nada a dizer. Apenas a dissonância introduzida pelos papers electrónicos. Abençoadas as palavras que têm a sina de dizer mais do que aquilo que dizem.

Gustav Klimt. O Beijo. Detalhe. 1907-1908.

Traduzir palavras do inglês para o português é tarefa difícil. O inverso, também. Talvez o French Kiss possa ajudar.

Smart city, start up, ranking, call e paper são palavras que assumem o sentido que lhes vamos concedendo. São smart words. Smart, mesmo Smart, é o carro. Very Smart!

Assim como o Smart tem mais lugares onde estacionar, a tua língua é melhor que a minha. O mesmo texto escrito em duas línguas diferentes não tem o mesmo alcance, melhor, o mesmo impacto. A língua é poder, bem como enpowerment. Palavra de blogger.

Ocasionalmente, apetece pintar meias verdades: o fraco tende a agarrar-se ao forte.

Marca: Smart. Título : Perfect City. Agência : Contrapunto. Direcção: Hugo Menduiña. Espanha, 2016.

Amor sobre rodas

O anúncio espanhol Electric Love, da Smart, dá-se ao luxo de tomar o seu tempo (2:39). É repetitivo e atarda-se em cada sequência. Respira jovialidade, confiança e sedução. Adivinha-se o público-alvo. Trata-se de um anúncio meticuloso: cada imagem, cada som, no seu momento oportuno.
Para constratar, passemos da publicidade para a música. Clássica ou moderna, a Espanha sempre foi um país de boa música. Héroes del Silêncio consta entre os melhores grupos rock espanhóis. A revista Rolling Stone, de 22 de novembro de 2012, atribui-lhe o segundo lugar num conjunto de cinquenta grupos rock “mais representativos de Espanha” (http://rollingstone.es/noticias/especial-rs-los-50-mejores-grupos-de-rock-espanol/). Retenho duas cançõe: El Estanque, do álbum El Mar No Cesa (1988) e La Chispa Adecuada, do álbum Avalancha (1995).

Marca: Smart. Título: Electric Love. Agência: Contrapunto BBDO. Direcção: Victor Carrey. Espanha, Março 2017.
Héroes del Silencio. El Estanque. El Mar No Cesa. 1988. Versão acústica ao vivo, 30 de Abril de 1996. Miami.
Héroes del Silencio. La Chispa Adecuada. Avalancha. 1995.

Skate duplo

As modalidades de desporto de deslize distinguem-se consoante o grau de ecologização e de motorização. O ski náutico e o jetski são motorizados; o ski alpino ou o surf não o são e promovem uma postura mais ecológica. Não obstante, todos evoluem, com maior ou menor envolvência, na “natureza”. O skate é um parente, não motorizado, que se aparta dos demais pela sua costela urbana. As ondas são lombas e a “poudreuse”, calçada. De toda a família Skate & Surf, afirma-se como o rebento mais acessível e mais asfáltico. Na publicidade, o skate é vedeta. Neste belo anúncio, o skate é rei e o Smart um regalo real. Os dois skaters, Kilian Martin e Alfredo Urbon, são espanhóis, o anúncio é britânico e a música, “You Rascal You, do norte-americano Hanni el Khatib, que, por sinal, atuou este Julho no Super Bock Super Rock.

Marca: Smart. Título: Skate for two. Agência: Weapon7. Reino Unido, Setembro 2012.

Facelift

Para um sentimental, não há nada como um belo casamento, da imagem com o som, mais uma pequena narrativa a segurar   nas alianças. Eis o anúncio Facelift do Smart em versão longa.

Marca: Smart. Título: Facelift. Agência: BBDO proximity, Berlin. Direção: Robert Jitzmark. Alemanha, Maio 2012.