Tag Archive | reis magos

A lua de Natal

Adoração dos Reis Magos, Retábulo da Sé de Viseu, Vasco Fernandes (act. 1501-1542) e Francisco Henriques (act. 1500-1518).
Barry & Beth Hall. Journey of the Magi, do album: A Feast Of Songs – Holiday Music From The Middle Ages. 2002.

Nasceu o menino. Há tanto tempo! O quadro Adoração dos Reis Magos, do início do século XVI (Retábulo da Sé de Viseu, no Museu Grão Vasco, por Vasco Fernandes e Francisco Henriques) é o único que contempla um “quarto rei mago”: um chefe índio com oferendas para o menino Jesus. Vivia-se o rescaldo da descoberta do Brasil. O quadro testemunha uma capacidade de adicionar o outro, por sinal, no domínio do sagrado.
A música, alusiva à viagem dos réis, é singela (dura menos de dois minutos) mas encantadora.
A lareira, o fogo, aquece os seres humanos. Aquece os corações; aquece os fígados. Os corações, para o amor e os fígados, para a violência. A par do nascimento do menino, ocorreu o massacre dos inocentes e a fuga de Maria, José e o Menino, ainda enfaixado, para o Egipto, o seu refúgio. Os contemporâneos de Herodes não podem aprender connosco, aprendamos nós com eles!
Feliz Natal e um excelente Ano Novo.

Reis Magos

De mago e de rei, todos temos um pouco
Assim como de sábio, de juiz e de louco
Adiantados, atrasados, parados ou sem alento
Guardamos sonhos maiores que o movimento (AG).

adoracao-dos-magos-painel-de-um-sarcofago-romano-do-sec-iv-proveniente-do-cemiterio-de-santa-agnes-museu-pio-christiano

Adoração dos magos. Sarcófago romano do séc. IV, proveniente do cemitério de Santa Inês. Museu Pio Christiano. Roma.

Journey of the Magi, álbum Barry & Beth Hall, A Feast of Songs: Holiday Music from the Middle Ages, 2002.

No friso de um sarcófago romano do séc. IV, figuram os três reis magos e respectivos camelos. Parecem clones. A estrela paira sobre a cabeça de Maria. Não há sinal do burro nem da vaquinha. O menino nasceu crescido. A música medieval, Journey of the Magi, é pequena mas encantadora.

Parto com Presunto


Navidul Campofrío
A responsabilidade social das empresas consubstanciada em obras de beneficência devidamente publicitadas veio para durar. A Campofrío oferece às parturientes tantos quilos de presunto quanto o peso dos bebés. O papa Bento XVI sugere que os Reis Magos não partiram do Oriente mas da Península Ibérica. São três mas podiam ser quatro: Baltazar, Gaspar, Belchior e Campofrío, cada qual com o respetivo presente: ouro, incenso, mirra e presunto.

Marca: U.N. Navidul/Campofrío. Título: Um jamón bajo el brazo. Agência: McCann Erickson España. Direção: Víctor García León. Espanha, Dezembro 2013.

Presentes de reis magos

Há mais de dois mil anos, num estábulo em Belém, o divino fez-se homem. Do Natal, gosto muito do São Martinho e do Carnaval. Fujo a sete pés da cacofonia simbólica dos pais natais, da missa do galo e das figurinhas de presépio. Comove-me, no entanto, o “espírito de Natal”, que a Unicef soube captar nestes dois anúncios contra os desperdícios da quadra natalícia. No primeiro, os reis magos escolhem as prendas para o menino Jesus; no segundo, Maria não sabe que destino lhes dar.

Anunciante: Unicef. Títulos: Three wise men / Maria. Agência: Forsman & Bodenfors, Stockholm. Suécia, Dezembro 2012