Tag Archive | neobarroco

Cozinha mágica

Figura 1. Michelangelo Caravaggio. Still life with fruit. 1601-1605.

Figura 1. Michelangelo Caravaggio. Still life with fruit. 1601-1605.

A culinária está na moda. Sempre esteve. Na minha infância, o que as mulheres mais trocavam era mexericos, fotonovelas e receitas de cozinha. Entretanto, as receitas ultrapassaram as fotonovelas. Em consumo, circulação e sonho. Este anúncio da Oxo multiplica os movimentos, os contrastes, as metamorfoses e os fragmentos, tudo regado com umas colheres de absurdo. Em suma, para nosso regalo, uma ementa neobarroca. Até apetece uma mixórdia com parafusos, dados e contas de colar. Basta acrescentar Oxo Herbs, e já está! It’s the magic touch. Embora em escalada, a estetização dos alimentos não é novidade. Visite-se a secção da alimentação do Harrods, em Londres, a vetusta Fauchon, em Paris, ou a rue des Bouchers, em Bruxelas.

Figura 2. Pieter Aertsen. Butcher's Stall with the Flight into Egypt, 1551.

Figura 2. Pieter Aertsen. Butcher’s Stall with the Flight into Egypt, 1551.

A estetização dos alimentos é muito antiga. Antes de Arcimboldo e Caravaggio (Figura 1) eclodiu na pintura renascentista um entusiasmo pela natureza morta com alimentos. O pintor holandês Pieter Aertseb é um bom exemplo (Figura 2). Mas esta arte remonta, pelo menos, ao Império Romano (figuras 3 e 4).

Marca: Oxo. Título: The magic touch. Agência: Jwt London. Direção: Conkerco. UK, Outubro 2014.

Figura 3. Pompeian painter around 70 AD.

Figura 3. Pompeian painter around 70 AD.

Figura 4. Still-life. Mosaic, Roman artwork, 2nd century CE. From a villa at Tor Marancia, near the Catacombs of Domitilla.

Figura 4. Still-life. Mosaic, Roman artwork, 2nd century CE. From a villa at Tor Marancia, near the Catacombs of Domitilla.

Desejo sem fim

Nora. Desire without endBarroco… Disse Barroco? Como é barroco!

Marca: Nola. Título: Desire without end. Agência: Nola. Direção: Beauté et Bête. EUA, Maio 3013.

A marca pessoal

Ao ver e rever este anúncio do Nissan Patrol, uma coprodução interncional, com tantos diretores na ficha técnica, pensei cá para os meus botões: o Bruno Aveillan tem discípulos! Mas, mesmo assim, a obra lembrava, por demais, uma clonagem.  Cada sequência acusava a marca pessoal do mestre. Resolvi esmiuçar. Afinal, para que conste, o director da fotografia (DoP) é o Bruno Aveillan. A clonagem está explicada. Para terminar, dois pequenos reparos. Qualquer coisa pode ter uma aura estética, desde que seja abraçada, a preceito, por obetos que irradiem beleza. A banda sonora não passa despercebida. Reservo-lhe o próximo artigo.

Marca: Nissan Patrol. Título: Welcome to off-road exclusivity. Agência: TBWA\G1, Paris, France / TBWA\Moscow, Russia. França, Agosto 2012.

Metamorfoses no feminino

O Nelson Zagalo enviou-me, em boa hora, um anúncio do Roni Kleiner. Obra congeminada e burilada até ao último pixel. Reencontramos esta arte de filigrana digital no seu vídeo musical “Butterfly woman”. Um jogo dramático de espelhos, corpos e metamofoses entre o feminino humano e animal. Um vídeo a transbordar de movimento, dobras, dilacerações, excessos e fragmentos, traços e procedimentos característicos do grotesco e do neobarroco.

Arte na Publicidade: Bruno Aveillan

Bruno Aveillan possui um estilo inconfundível que expande a sensualidade até aos limites da estética e do erotismo. Um mestre do neobarroco. Do seu vasto portfólio, eis uma selecção, difícil e arbitrária, de três anúncios, obras primas da criação audiovisual contemporânea.

Anunciante: Nintendo / Game Boy Advance. Título: Symphony. Agência: Leo Burnett. Direcção: Bruno Aveillan. França, Maio 2002.

Marca: Magnum. Título: 5 senses. Agência: Mccann-Erickson. Direcção: Bruno Aveillan. Alemanha, Setembro 2006.

Anunciante: Gaz de France. Título: Dolce Vita. Agência: Australie. Direcção: Bruno Aveillan. França 2002.