Tag Archive | força

Inexoravelmente: a mulher e o desporto

Nescau Strong girls

De onde sopra o vento? As mensagens repetem-se e reverberam no pensamento. A publicidade insiste no valor ímpar do sexo feminino. O desporto também ajuda. Segundo a Nescau, produz mulheres “fortes e confiantes”:

“Campaign, created by Ogilvy Brazil, seeks to empower young women through sport. The idea came up after NESCAU® carried out a survey on girls’ attitude towards sports activities, stressing the importance of sports practice to boost confidence. The aim is to raise consumers’ awareness of the role of sport in young women’s development and ability to face the challenges of adult life. The main idea behind the movie is to show that, much in the same way sports turn boys into men, it can also turn girls into strong and confident women”.

Já tenho saudades das minhas lembranças. Acrescento uma raridade: Isabelle Mayereau, Inexorablement (Déconfiture, 1979).

Marca: Nescau. Título: Strong girls. Agência: Ogilvy & Matter Brasil, Rio do Janeiro. Direcção: Daniel Lombardi. Brasil, Março 2017.

Isabelle Mayereau. Inexorablement. Déconfiture. 1979.

A força do cimento

APU_04Costumamos opor a força ao jeito, à destreza, à elegância e à inteligência. A obra de Pierre Bourdieu, nomeadamente La distinction, aponta nesse sentido. A força não é um valor aristocrático, é, sobretudo, um valor das classes populares. Não é um valor pós-moderno, nem pós-materialista, nem líquido. A força é atributo de heróis como Sansão, Superman, Hulk e Popeye. O grotesco insiste em aproximar a força e o jeito em pares tais como David e Golias, Teseu e o Minotauro, Panurge e Pantagruel, Don Quixote e Sancho Pança, a Bela e o Monstro, Astérix e Obélix… A força é compacta, dura e resistente como o cimento, o cimento APU. Para contrabalançar esta ode heavy metal ao cimento, vamos reouvir Que força é essa, do Sérgio Godinho, uma canção com mais de meio século de actualidade.

Marca: UNACEM. Título: Los APUS. Agência: CARNE Lima. Direcção: Diego Nuñez Irigoyen. Peru, Agosto 2015.

Marca: UNACEM. Título: Cemento APU, tan fuerte como tú. Agência: CARNE Lima. Direcção: José Zélada. Peru, Setembro 2014.

Sérgio Godinho. Que Força é essa (Sobreviventes, 1971),

Armadilha

Nolans Cheddar.Há quem passe bem sem cair em armadilhas. Há quem se satisfaça com uma única vez. Há quem precise cair em muitas armadilhas antes de reagir.
Esta curta-metragem de John Nolan é encantadora. Simples, criativa e divertida.

John Nolan. Nolan’s Cheddar. John Nolan Films. UK, 2010.

A Força

Star warsSe tens a força, poupa o fôlego. A força é uma miragem da humanidade. Pode estar dentro de ti, pode estar fora. Até se pode concentrar num lego. Por sua vez, o recurso a ícones populares é uma tentação do minimalismo. Que a força esteja contigo!

 

 

Marca: Lego. Título: Happy Birthday Lego Star Wars. Internacional, 2014.

E porque há forças e forças, Sérgio Godinho:

Força

Para Alfred L. Kroeber, Ruth Benedict ou Margaret Mead, a humanidade alberga uma enorme diversidade cultural. Numa perspectiva relativista, não há culturas melhores nem culturas piores, apenas culturas diferentes. Esta diversidade cultural tem resistido à globalização, mesmo num domínio tão exposto como a publicidade. É com este espírito que devemos encarar o humor destes anúncios egípcios da campanha Tonger makes you stronger. A “força” expressa nestes anúncios é destrutiva (de um avião, de um prédio e, eventualmente, de uma criança). Esta figura da força, voluntária ou involuntariamente, destruidora é frequente na publicidade e comum a várias culturas.

Marca: Tonger Energy Bar. Títulos: Slingshot / Cooking Pan / Baby. Agência: Thinkk, Cairo. Direção: Hisham Kharma. Egipto, Novembro 2012.