Tag Archive | avô

Legado

Mordillo. Futebol e Cartuns (Panda Books, 2015)

Um velho, de aparência modesta, recebe uma chamada e sai apressado de casa, a pé e de autocarro, ao frio, com um pequeno embrulho debaixo do braço. Depara-se com outro velho, de aparência abastada. Dispensa o elevador, corta por corredores e escadas. Mas chega a tempo: o neto recém-nascido ostenta a camisola do Atlético de Madrid quando entra o segundo avô com a camisola, pressupõe-se, do Real Madrid. O anúncio, mudo, perfilha a crença segundo a qual “o Real Madrid é associado a uma torcida mais elitista, enquanto o Atlético é visto como um clube de torcida mais popular”. A ideia tácita de uma filiação clubística familiar, de geração em geração, justifica um inquérito.

Marca: Atlético de Madrid. Título: Otra forma de entender la vida. Agência: Sra. Rushmore. Espanha, Dezembro de 2019.

O avô

René Magritte. O Libertador. 1947.

René Magritte. O Libertador. 1947.

Lançar um anúncio que dura seis minutos e meio é uma ousadia. Talvez a solução assente numa narrativa simples, em alguns gestos simbólicos, muita poesia, muita estética e muita emoção. É o caso do El Regalo, da marca Plátano de Canárias: a interacção resume-se a três gerações: o pai, o avô, mais a neta. A cumplicidade marca  relação do avô e da neta. Partilham uma carcaça de automóvel como portal para o sonho. Falecido o avô, o pai acaba por o substituir. Diz-se que “avô é pai duas vezes”. Mas tudo muda, até a mudança (Luís de Camões). Aproxima-se o tempo em que cumprirá ao pai ser avô duas vezes: do filho e dos netos. E, por último, quem sabe, o avô da santa casa da misericórdia.

Marca: Plátano de Canárias. Título: El Regalo. Agência: El Ruso de Rocky, Espanha, Dezembro 2017.

Em terras de Espanha, vem a preceito a canção El Abuelo, de Manolo Escobar.

Manolo Escobar. El Abuelo. Aromas. 1997.

Fecundidade

spies-travel_do-it-for-mom

Calma, humor e inteligência. Este anúncio dinamarquês é uma delícia. A queda da taxa de fecundidade é, desde os anos 1960, um problema. Mas as mães que querem ser avós encontraram uma solução: apostar no lazer dos filhos “tão distraídos do futuro da humanidade”: viagens, calor e exercício. Com estas artes, a cegonha está a caminho. Se quer ser avó, a agência de viagens Spies Travel é uma boa opção.

Marca: Spies Travel. Título: Do it for mom (Do it for Denmark 2). Agência: Robert/Boisen & Like-Minded.  Direcção: Niels Norlov. Dinamarca, Setembro 2015.

Taxas de fecundidade na Europa

Interacção entre gerações

volkswagen-tsi-technology-acceleration-600-76783

As partes baixas do corpo são o húmus do grotesco, um redemoinho fecundo. Tudo amortalham e tudo regeneram. Quanto mais distante estiver a entidade rebaixada maior tende a ser o efeito grotesco. A cabeça, o trono e o céu são alvos de eleição. Compensa mais rebaixar o nariz do que o umbigo, o rei do que o servo, o santo do que o peregrino. Acrescente-se uma segunda tendência: Quanto mais familiar for a entidade estranhada maior é o efeito grotesco. Neste caso, um ancião senta-se no chão, conjugando dois tópicos baixos: do corpo e da sala. O carro de brincar do neto, o rebento da família, acerta, veloz, nos genitais do avô, o tronco da família. Em termos de humor grotesco, nada de novo, tanto mais que a Volkswagen tem vindo a enveredar por este registo desconcertante e irreverente.

Marca: Volkswagen. Título: Acceleration. Agência: Tribal Worldwide, Beijing. Direcção: Angle Garcia. China, Dezembro 2014.

Magia

As ideias simples são como sementes de diamante: puras, cristalinas e brilhantes. O mundo da publicidade é dos mais ávidos em criatividade. É, porventura, aquele que, todos os dias, mais criatividade consome. Alguns dos melhores anúncios decorrem de ideias simples bem exploradas. Como este anúncio da Wideroe que lembra, bastante, o anúncio Passage, da Air France, realizado por Michel Gondry (https://tendimag.com/2011/09/15/um-voo-sem-asas/).

Marca: Wideroe. Título: Grandpa´s Magic Trick. Agência: McCann Oslo. Direção: Marius Holst. Noroega, Setembro 2012.