O poder da língua

La Marche de l’Empereur. 2005.

Há meio século, era raro um francês cantar em inglês. Hoje, tornou-se banal. A França era orgulhosa da sua língua e da sua música, incluindo a chanson française. Resultado da globalização? Há palavras ofuscantes e “globalização” é uma delas. Explica tudo e não explica nada. É como uma matrona que esconde as realidades debaixo das saias.

Num filme documentário francês, La Marche de l’Empereur (2005), Emilie Simon canta em inglês (The Frozen World). Já Désert, o seu grande sucesso, tem duas versões: inglesa e francesa. Retenho uma interpretação ao vivo da versão francesa.

Emilie Simon. The Frozen World. La Marche de l’Empereur. 2005.
Emilie Simon. Désert. Emilie Simon. 2003. Ao vivo.

Etiquetas:, , , , ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

<span>%d</span> bloggers like this: