O Amor e o Tempo

John Lewis. The Other Half.A famosa linha do tempo é um tédio. Um tédio recto e infinito. Apetece dobrá-la, redobrá-la e dar-lhe um nó. Fazer, por exemplo, coincidir 1925 e 2012, e, sem introdução nem conclusão, contar uma história de amor intemporal. “As coisas realmente importantes não mudam”. Pois… Que as coisas realmente importantes, sobretudo as inefáveis, não mudem, é ideia que não agrada, nem estorva. Mas que os seres rotulados importantes não mudem, é algo molesto: que mudem e que se mudem! Nem a seta do tempo nem a dialéctica pararão por esse motivo.

Marca: John Lewis. Título: The Other Half. Agência: adam&eveDDB. Direção:  Ringan Ledwidge. Reino Unido, Setembro 2012.

Etiquetas:, , , ,

About tendências do imaginário

Sociólogo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: