Domus Aurea: o sonho enterrado

No artigo “Desgravitar: Sem conta, peso e medida”, foi sugerido que os grotescos remontam, pelo menos, ao primeiro século da era cristã. As figuras fabulosas descobertas nas “grutas” subterrâneas das “termas de Tito” pertenciam, de facto, à Domus Aurea, o palácio edificado por Nero após o incêndio de Roma no ano 64 D.C. Assemelhava-se a um palácio de Versalhes da antiguidade romana (figuras 1 a 6). Ocupava 50 hectares junto ao Coliseu, ostentava uma cúpula dourada e comportava 300 aposentos. Entre os extravagantes acabamentos, contavam-se os frescos (grotescos) que cobriam paredes e tetos. Mas este estilo não era novo, já era patente, por exemplo, na Domus Transitoria, anterior palácio imperial de Nero (figuras 7 a 10). Um século antes, os “grotescos” eram, inclusivamente, “moda” em Pompeia (figuras 11 a 17), cujas escavações só se iniciaram no século XVIII (a partir de 1749). A maior parte das casas de Pompeia adornavam-se com frescos ao jeito grotesco, com efeitos de ilusão a que se associava uma profusão de figuras fantásticas. Um estilo de decoração retomado na Domus Transitoria e na Domus Aurea.

O sucesso da descoberta dos frescos da Domus Aurea acabou por lhes ser fatal. A curiosidade imprudente dos visitantes, o vandalismo e a pilhagem dos oportunistas e a exposição aos elementos naturais contribuíram para que poucos fragmentos tenham sobrevivido. Há vestígios de buracos abertos nos tetos para acesso. A humidade, a chuva e a oxidação também foram inclementes. A pilhagem dos monumentos e das ruínas em Roma era de tal ordem que o Papa Benedicto XIV ( 1675-1740) classificou o Coliseu como lugar sagrado para obstar à sua degradação.

Existem gravuras que proporcionam uma ideia de como era a Domus Aurea aquando da sua descoberta. Nos séculos XVII e XVIII, a pintura e o desenho de monumentos era prática apreciada. O “Álbum de Desenhos das antigualhas” (1538-1540), de Francisco de Holanda, é um bom exemplo. Graças a esses desenhos, é possível imaginar o aspeto exterior (figuras 4 a 6) e interior das ruínas. Em 1774, Ludovica Mirri, um mecenas da arte, contratou Vicenzo Brenna, Francesco Smuglewiz e Marco Carloni para copiar as decorações interiores da Domus Aurea. Resultaram mais de sessenta gravuras dedicadas aos “Vestígios das Termas de Tito”. As figuras 18 a 22 constituem uma pequena amostra dos resultados dessa missão. A figura 23, da autoria da mesma equipa, é sugestiva da popularidade das ruínas. Convém ressaltar que estas gravuras foram concebidas em finais do século XVIII, em pleno período neoclássico. É possível que, dois séculos após a descoberta, alguns frescos já não apresentassem contornos tão precisos.

Valha-nos o nosso Francisco de Holanda que esteve em Roma entre 1537 e 1540,  no rescaldo da descoberta das “grutas das Termas de Tito”. Sobre estas, teve a tentação e o  ensejo de produzir 29 desenhos, com um rigor que reivindica, em 1540, para uma das suas cópias: “tal como eu mesmo vi e tal como me coloquei”. Infelizmente, destas 29 gravuras, apenas restam três aguarelas reproduzidas no Álbum dos Desenhos das Antigualhas, publicado pela editora  Livros Horizonte em 1989: o teto da Sala Dourada, a divisão principal da Domus Aurea (figura 43), e dois  frescos parietais entretanto destruídos (figuras 44 e 45).

About tendências do imaginário

Sociólogo.

10 responses to “Domus Aurea: o sonho enterrado”

  1. beatrizmartins.artes@gmail.com says :

    E, da antiguidade reciclada ou melhor, redescoberta, há um revivalismo na atualidade!Grotesco, apenas por outras técnicas!

  2. Neil says :

    IGF1 Serious Growth Factor Matrix Deer. 2004 & Barling.

  3. silicone candy molds says :

    Hi everybody, here every person is sharing these kinds of experience, so it’s nice to
    read this weblog, and I used to pay a visit this webpage daily.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: